quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Peixe gigante invade rios portugueses

"O siluro, um peixe-gato gigante que chega a atingir os três metros e a pesar mais de 100 quilos, está a invadir os rios portugueses, colocando em risco as espécies nativas. «O siluro é um predador de topo, e come absolutamente tudo o que lhe aparece à frente», explica o especialista em peixes da Associação de Conservação da Natureza" – Quercus, Paulo Lucas.

«É uma ameaça tremenda para as espécies endémicas de peixes, sobretudo espécies muito ameaçadas», alerta Vítor Almada, biólogo especializado em peixes do Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA).

Segundo os especialistas, nos últimos «três, quatro anos» foram avistados siluros em pelo menos cinco rios: Tejo, Pônsul, Ocreza, Guadiana e Zêzere. Além de ameaçar a biodiversidade dos rios, o peixe-gato pode ser perigoso para os humanos. «Nas praias fluviais, os banhistas deviam ser alertados para ter especial cuidado», avisa Paulo Lucas.

A forma como o siluro, originário do Norte da Europa, chegou a Portugal é ainda desconhecida, mas muitos acreditam ter sido através de transvases das barragens. O que se sabe é que em Espanha entrou com a ajuda de um pescador alemão.

O ambientalista sublinha ainda que a ameaça vai aumentar nos próximos anos, uma vez que nada está a ser feito para proteger os peixes que vivem nos rios nacionais. «Não existe em Portugal um plano nacional de recuperação e defesa das espécies endémicas», alerta Paulo Lucas.

Fonte: aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.