terça-feira, 15 de maio de 2012

Grupo Benetton retrata-se por ter «ferido» sensibilidade dos católicos

Vaticano anuncia fim da disputa legal pelo uso de imagem de Bento XVI em campanha publicitária

O diretor da sala de imprensa da Santa Sé anunciou hoje a conclusão da “disputa legal” entre o Vaticano e a Benetton pelo uso da imagem do Papa na campanha publicitária ‘Unhate’.
“Na última sexta-feira, o grupo Benetton publicou uma nota na qual reafirma que ‘sente ter ferido a sensibilidade de sua santidade Bento XVI e dos crentes’”, refere o padre Federico Lombardi.
O grupo italiano adianta que todas as imagens fotográficas do Papa foram “retiradas do seu circuito comercial” e compromete-se, no futuro, a “não utilizar a imagem do Santo Padre em autorização prévia da Santa Sé”.
O Vaticano revela ainda que a Benetton vai procurar que “cesse a utilização da imagem por parte de terceiros”.
A questão surgiu em novembro de 2011, quando começou a circular uma fotomontagem com a imagem do Papa, realizada no âmbito de uma campanha publicitária da marca italiana, na qual Bento XVI surgia a beijar o imã da mesquita Al-Azhar, no Cairo.
A Santa Sé considerou que a imagem era “lesiva não apenas da dignidade” do Papa e da Igreja Católica, mas também da “sensibilidade dos crentes”.
O grupo Benetton anunciou, posteriormente, a decisão de retirar de circulação a campanha publicitária, alegando estar "desolado” com o facto de a utilização da imagem ter “chocado tanto a sensibilidade dos fiéis".
Fonte: aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.