terça-feira, 26 de maio de 2015

Benefícios das cerejas para a saúde


  • Ação anti-envelhecimento e preventiva da ação dos radicais livres: Como todas as outras bagas, as cerejas também são uma fonte de antioxidantes, repletas de vitamina C e flavonóides. Elas efetivamente neutralizam os radicais livres e protegem-nos de todas as doenças associadas ao envelhecimento ou derivadas da ação dos oxidantes, como o enfraquecimento do coração e do sistema nervoso, a perda de visão, a degeneração macular, a perda de cabelo, o enrugamento da pele, a perda da libido, o câncer de cólon e da prostata, insónia, distúrbios nervosos e muitos outros. Os antioxidantes, como carotenóides e os flavonóides (antocianinas) reparam os danos causados ​​pelos radicais livres.
  • Infecções e imunidade: Além de proteger contra os danos dos radicais livres, os antioxidantes (vitamina C, carotenóides e flavonóides) também aumentam a imunidade e nos protegem de infecções bacterianas, virais e fungicas, particularmente as de cólon, do trato urinário, dos intestinos, do sistema excretor, tosse e constipação. Eles também são muito eficazes como proteção contra a gripe e outras febres.
  • Cuidados com os olhos: Mais uma vez os anti-oxidantes. Eles protegem os olhos contra todos os danos dos radicais livres e  do envelhecimento, como perda de visão, a degeneração macular, bem como aliviam a secura os olhos, reduzem a inflamação e ajudam a manter a tensão ocular adequada. Os anti-oxidantes também protegem os olhos de infecções comuns.
  • Função cerebral e sistema nervoso: Os flavonóides e carotenóides são muito eficazes na melhoria da eficiência do cérebro, melhorando a memória e mantendo o cérebro ativo. Assim, aqueles que têm medo de vir a ter um cérebro apático e com pouca memória na velhice devem começar a comer cerejas. As propriedades anti-oxidantes destas cerejas também protegem o sistema nervoso de distúrbios relacionados com a idade. Assim, as cerejas podem ser úteis no tratamento de distúrbios do sistema nervoso, como a doença de Alzheimer, doença de Parkinson, depressão, ansiedade, stress, etc.
  • Obstipação e digestão: Enquanto as fibras na cerejas ajudam a aliviar a obstipação, os seus ácidos ajudam na digestão. Novamente, os anti-oxidantes mantêm o sistema digestivo em ordem. Os flavonóides estimulam os sucos digestivos, bílis e as vitaminas que ajudam na absorção adequada dos nutrientes.
  • Câncer: Os flavonóides, carotenóides e as vitaminas como a vitamina A e C são extremamente bons anti-cancerígenos. São eficientes a inibir o crescimento das células cancerosas, e assim evitam o desencadeamento de novos tumores cancerosos.
  • Doença cardíaca: As cerejas possuem nutrientes que são excelentes cardio-protetores, tais como vitaminas, antioxidantes (flavonóides e particularmente carotenóides) e minerais como o fósforo. As cerejam protegem o coração de quase todos os danos causados ​​pelos oxidantes. Elas ajudam a regular o batimento cardíaco, evitam o endurecimento dos vasos sanguíneos  e reduzem o colesterol e a tensão arterial e, assim, reduzem o risco de ataques cardíacos. Elas também fortalecem os músculos cardíacos.
  • Outros benefícios: Quanto mais escuras as cerejas forem, mais saudável e benéficas serão, porque serão mais ricas em antioxidantes. A frutose nelas presente dá energia sem prejudicar os pacientes com diabetes. Elas evitam infecções orais e mantêm afastado o mau hálito.
Fonte: aqui

1 comentário:

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.