quinta-feira, 16 de julho de 2015

O sem-abrigo que só quer um emprego

A história deste homem está a despertar admiração em toda a gente. E conta-se em poucas linhas.
Nos finais de Junho último, este sem-abrigo dirigiu-se a uma esquadra da polícia nos subúrbios de Victoria, no Canadá, para entregar uma mala com 2.000 dólares canadianos (cerca de 1.400 euros) que encontrou na rua, dizendo que não tinha dúvidas de que estava a fazer o que devia ser feito.
A honestidade e generosidade deste homem de cerca de 60 anos, que não quis o nome divulgado, levou o "site" de notícias canadiano Victoria Buzz a lançar uma angariação de fundos para o apoiar que rendeu mais de 5.000 dólares (aproximadamente 3.600 euros).
Apesar de as autoridades terem perdido o rasto ao sem-abrigo, um dos agentes da polícia canadiana, Alex Bérubé, decidiu procurá-lo na sequência deste movimento solidário. "Não é fácil localizar uma pessoa sem endereço fixo ou sem telefone, mas eu continuei a tentar porque precisava de lhe dizer que toda a comunidade se uniu para o ajudar", contou o polícia.
A busca de Bérubé acabou por ser bem-sucedida, mas a reacção do homem ao saber da angariação de fundos voltou a surpreender. "Ele pediu-me para doar todo o dinheiro à Our Place e a outras instituições que alimentam pessoas com necessidades", disse o agente, que sugeriu, então, ao sem-abrigo que pensasse melhor antes de lhe dar uma resposta definitiva.
O homem não mudou de ideias, e fez, no dia seguinte, chegar à esquadra da polícia, por escrito, uma breve mensagem em que confirmava o desejo manifestado antes de doar todos os fundos angariados para instituições de solidariedade e explicava que apenas precisava de um emprego para poder dar à volta à sua vida.
Mike Kelly, responsável do Victoria Buzz, que iniciou a angariação de fundos, fez saber que o desejo deste sem-abrigo vai ser concretizado. Todo o dinheiro angariado vai ser encaminhado para a instituição sugerida pelo sexagenário e a comunidade prepara-se, agora, para uma nova missão, a de arranjar um emprego para este sem-abrigo adequado às suas capacidades e necessidades.
Fonte: aqui


Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.