quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Notícias de toda a parte

Jornadas Nacionais de Catequistas As Jornadas Nacionais de Catequistas 2015 têm como tema "Educar na Misericórdia de Deus" e são um espaço de encontro de formação entre 25 a 27 de Setembro, no Centro Pastoral Paulo VI, em Fátima.
Famílias portuguesas disponíveis para acolher refugiados – O Conselho Português para os Refugiados revelou há dias que muitas famílias portuguesas estão a disponibilizar-se para acolher famílias ou crianças refugiadas.
Descontos no IMI a famílias com filhos – O Secretário de Estado das Finanças divulgou na semana passada que as câmaras municipais podem atribuir descontos no Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) às famílias com filhos. A redução é automática e pode ir até aos 20% quando há três dependentes.
Aprovado novo estatuto da PSP – O Conselho de Ministros aprovou o novo estatuto profissional da PSP. Todos os polícias com 55 anos de idade e 36 anos de serviço podem pedir a pré-reforma, a partir de 2019. Na reforma, aos 60 anos, não será aplicada qualquer penalização.
Padres podem absolver quem provocou aborto – O aborto é um pecado reservado ao Bispo, que os padres só podem perdoar na quaresma ou com licença do mesmo, mas o Papa Francisco estendeu essa faculdade a todo o tempo do Jubileu da Misericórdia, que começa em 8 Dezembro. Assim todos os padres o podem perdoar desde que haja confissão com arrependimento.
Aumento da licença parental – A licença obrigatória gozada pelo pai aquando do nascimento de um filho passa a ser de 15 dias úteis, em vez de 10, a usufruir nos primeiros 30 dias de vida da criança, correspondendo a um subsídio parental.
Aumento da natalidade – Até final de Julho, nasceram mais 1500 bebés do que no mesmo período do ano passado. Segundo a Sociedade Portuguesa de Demografia, "se se mantiver a tendência observada nos últimos dois semestres, o último do ano passado e o primeiro deste ano, entramos em recuperação".
Acidentes – Segundo a ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, 320 pessoas morreram nas estradas portuguesas entre 01 de janeiro e 31 de agosto, um aumento de 9,2 por cento em relação ao mesmo período do ano passado, quando se registavam 293 vítimas mortais.
Neste período houve 79.516 acidentes, 320 mortes, 1.434 feridos graves e 23.840 feridos ligeiros.
Fonte: aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário