quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Dia Mundial da Paz


No próximo dia 1 de Janeiro, celebra-se o Dia Mundial da Paz e o Papa publicou uma mensagem intitulada ‘Vence a indiferença e conquista a paz’, onde denuncia as graves consequências do esquecimento de Deus. "A primeira forma de indiferença na sociedade humana é a indiferença para com Deus, da qual deriva também a indiferença para com o próximo e a criação", escreve o Papa Francisco.
"A nível individual e comunitário, a indiferença para com o próximo – filha da indiferença para com Deus – assume as feições da inércia e da apatia, que alimentam a persistência de situações de injustiça e grave desequilíbrio social", precisa.
Francisco fala ainda de consequências ao nível institucional da indiferença pelo outro, "de braço dado com uma cultura orientada para o lucro e o hedonismo", que "favorece e às vezes justifica ações e políticas que acabam por constituir ameaças à paz".
"Este comportamento de indiferença pode chegar inclusivamente a justificar algumas políticas económicas deploráveis, precursoras de injustiças, divisões e violências, que visam a consecução do bem-estar próprio ou o da nação", adverte.
O Papa observa que a indiferença pelo ambiente cria "novas pobrezas, novas situações de injustiça", com consequências "muitas vezes desastrosas em termos de segurança e paz social".
Em pleno Jubileu da Misericórdia, o Papa sustenta que os católicos são "chamados a fazer do amor, da compaixão, da misericórdia e da solidariedade um verdadeiro programa de vida".
"A solidariedade constitui a atitude moral e social que melhor dá resposta à tomada de consciência das chagas do nosso tempo e da inegável interdependência que se verifica cada vez mais, especialmente num mundo globalizado, entre a vida do indivíduo e da sua comunidade", conclui Francisco.

Fonte: aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário