quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Antero Henrique deixa SAD do FC Porto

Administrador e CEO da SAD renunciou aos cargos que ocupava nos azuis e brancos, apresentando razões de ordem pessoal
Antero Henrique deixou o cargo de CEO e administrador da SAD do FC Porto. A saída já foi informada à Comissão de Mercados e Valores Mobiliários (CMVM). A decisão partiu do próprio ex-dirigente e foi aceite pelo Conselho de Administração da sociedade azul e branca, liderada por Pinto da Costa.
De acordo com uma nota publicada no site do FC Porto, Antero Henrique apresentou"motivos de ordem pessoal" para deixar de "desempenhar quaisquer cargos no grupo FC Porto".
Na mesma nota, os dragões dizem compreender "as razões invocadas para esta decisão" e não deixam de "registar e agradecer todo o trabalho efetuado no grupo FC Porto, com total dedicação e disponibilidade ímpar ao longo dos últimos 26 anos".
Fonte: aqui


DAÍ...
1. Antero Henrique, ao longo destes 26 anos, esteve ligado a muitos êxitos do FCPorto.  Credor, por isso, da gratidão dos portistas.
2. Li muito do que foi dito sobre a demissão do ex-CEO da SAD portista. As opiniões são muitas e desencontradas. Há que afirme que a SAD perdeu o seu mais importante elemento; há quem afirme que há muito o devia ter feito; há quem o acuse do desastre desportivo dos últimos 3 anos;  há quem diga que é o sinal mais claro da crise que atravessa toda a administração da SAD; Há quem relacione esta demissão com a "influência" do filho do presidente no Clube; há quem peça a demissão do presidente e a convocação de novas eleições; há quem fale de conflitos de interesses ligados a lobbys dentre do Clube e da SAD; há quem refira que o modelo de gestão desportiva e económica da SAD, em tempos muito elogiada, chegou ao fim, porque não se soube adequar aos novos tempos... Enfim, uma panóplia de opiniões.
3. Como não estou por dentro, não me posso manifestar. Mas pressinto que o maior problema do FCPorto é, nesta altura, Pinto da Costa. Para uma clarificação interna e definição de um novo rumo vencedor, o Porto precisava de eleições...

Sem comentários:

Enviar um comentário