terça-feira, 31 de maio de 2011

Blog 31 da Armada faz vídeo com “contradições de Sócrates”

Os autores do blog 31 da Armada criaram um vídeo que, em sete minutos, exibe aquilo que referem que são “as contradições de Sócrates ao longo do últimos anos, em áreas como o relacionamento e o respeito para com os outros partidos, os episódios que levaram ao pedido de ajuda externa e a evolução do desemprego em Portugal”.

“É só uma pequena parte. O trabalho mais difícil foi seleccionar os temas e as contradições. São sete minutos mas podiam ser horas e dias de vídeo”, esclarecem os autores do blog.

O vídeo pode também ser visto em: http://31daarmada.blogs.sapo.pt/.

É oficial: Telemóveis podem provocar cancro

A Organização Mundial da Saúde adicionou esta terça-feira o telemóvel à sua lista de cancerígenos, a par do chumbo e do clorofórmio, devido às radiações emitidas pelos aparelhos telefónicos móveis.

A decisão reverte todas as posições tomadas pela OMS até ao momento, que afirmava não haver qualquer relação directa entre o uso do telemóvel e o desenvolvimento de doença oncológica. Agora, e apesar de não ter surgido nenhum dado que estabeleça uma ligação explícita entre o uso daquela tecnologia e supostos efeitos nocivos para a saúde, a OMS adopta um princípio de cautela há muito defendido por alguns especialistas internacionais. Ou seja, o risco não é certo, mas é possível.

A OMS age após recomendação de um grupo de 31 cientistas de 14 países. Em 2008, o SOL falou com a cientista israelita Siegal Sadetzki, que alertara para o risco de desenvolvimento de tumores nas glândulas salivares após o uso intenso e prolongado do telemóvel. Sadetzki tinha identificado uma incidência superior deste tipo de cancro entre utilizadores intensivos de aparelhos móveis, com a doença a desenvolver-se no lado da cabeça onde os pacientes habitualmente encostavam o telemóvel.

A radiação emitida pelos telemóveis é comparada pelo neurologista-chefe do hospital californiano Cedars-Sinai, Keith Black, à de um microondas de baixa potência.

Em anos recentes, aumentaram as vozes a apelar a uma maior cautela por parte dos utilizadores de telemóveis, recomendando que não se encoste totalmente o aparelho ao ouvido e que não se use o telefone móvel durante demasiado tempo. É especialmente desaconselhada a utilização intensa do telemóvel por parte de crianças. A Agência Europeia do Ambiente e várias universidades norte-americanas estão entre as organizações que há vários anos recomendam um uso limitado desta tecnologia.
Fonte: aqui

Mouseland

(Um retrato bem actual do nosso país)

A fábula Mouseland (em português: "Ratolândia") foi inicialmente contada por Clarence Gillis e mais tarde popularizada em discurso por Tommy Douglas, político canadiano. A fábula expressava a visão de que o sistema político canadiano estava viciado, pois oferecia aos eleitores um falso dilema: a escolha de dois partidos, dos quais nenhum representava os interesses do povo.
Na fábula, os ratos (o povo canadiano) votavam nos gatos negros (Partido Progressivo Conservador) e depois de algum tempo descobriam o quão difícil suas vidas eram. Depois votavam nos gatos brancos (Partido Liberal) e assim ficavam alternando entre os dois partidos.
Um dos ratos tem então a ideia de que os ratos deveriam formar seu próprio governo...

Veja aqui o vídeo.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Se a moda pega, vai ser bonito,ai,vai, vai!

A rir, a rir, se dizem umas verdades...

Um dia o Belmiro de Azevedo contratou um trabalhador e colocou-o a abrir rasgos na terra.

Deu-lhe um horário de trabalho das 8:00 às 17:00 horas.

Certo dia Belmiro de Azevedo observando o trabalho do seu colaborador, achou que podia ser melhor aproveitado.

Sugeriu-lhe então o seguinte:

- Ó amigo, já que você tem 2 mãos, com uma mão você cava e com a outra vai regando.

Olhe e já agora começa a vir das 7:00 às 18:00 horas.

No outro dia, Belmiro de Azevedo olhou outra vez para o seu colaborador e achou-o ainda pouco produtivo.

Então sugeriu-lhe:

- Já que você além das mãos tem também uma boca, podia enchê-la de sementes e enquanto com uma mão cava e com a outra rega podia cuspir as sementes.

Já agora começa a trabalhar às 6.00 e termina às 19:00 horas.

Noutro dia Belmiro de Azevedo começou a pensar que o seu colaborador deveria trabalhar enquanto houvesse luz de dia. Portanto sugeriu-lhe que o seu trabalho passasse a ser das 5:00 até às 22:00 horas. E assim foi.

Um dia quando o pobre trabalhador voltava a casa do trabalho, deparou com a sua mulher com outro homem na cama.

O homem, chorou, chorou, chorou vezes sem conta até que a mulher e o amante desesperados com aquela situação, tentaram consolá-lo, perguntando-lhe porque chorava ele assim tanto. Ao que ele respondeu:

- Se o Belmiro de Azevedo descobre agora que eu tenho 2 cornos, coloca-me lá umas lanternas e põe-me a trabalhar à noite.
(Enviado por email)

domingo, 29 de maio de 2011

Acordo oculto

O acordo assinado com a troika sofreu alterações em relação ao memorando de entendimento, que recebeu o compromisso de PSD e CDS.

Seria normal que o Governo, após a assinatura final, informasse o País das alterações. Limitou-se a colocar, tardiamente, o texto na internet. Costuma dizer-se que o Diabo está nos detalhes, e o Governo não se mostrou muito interessado em discutir à lupa o assunto com os cidadãos. E, num país onde reina o amadorismo, o Executivo aproveitou a ingenuidade dos partidos da oposição e até o alheamento de outros órgãos de soberania. Quem assistiu às últimas semanas de campanha compreende por que razão José Sócrates não tinha interesse em esclarecer os portugueses sobre esses detalhes, que são contraditórios com a narrativa da sua campanha.

Enquanto na televisão duvidava da redução da taxa social única (TSU), o seu governo antecipava o plano de cortes para Julho. E certamente não serão os 0,25% que fazem a diferença.

Sócrates usou a arma do aumento do IVA turístico contra o PSD, mas a compensação da redução da TSU dificilmente se conseguirá sem subir o IVA.

O primeiro-ministro também se apresenta o campeão do Estado social, mas no acordo acelera o corte nas indemnizações e aceita o aumento dos custos com a Saúde.

Armando Esteves Pereira, Director-Adjunto do Correio da Manhã

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Sensibilidade masculina focada pela sensibilidade feminina

Um casal vai a um psicólogo, após 20 anos juntos. Logo chegando no consultório, o terapeuta, jovem, bonitão, super malhado, pergunta qual é o motivo da consulta, e a mulher responde:
- Pouca atenção, falta de intimidade, vazio, solidão, egoismo, carinho, não me sinto amada e desejada...e por aí vai.
O psicólogo se levanta, se aproxima da mulher, pede que ela também se levante, a abraça e a beija com paixão, enquanto o marido os observa impressionado.
A mulher fica muda e se senta meio atordoada. O terapeuta vira para o marido e diz:
- Isto é o que sua mulher precisa pelo menos 3 vezes por semana! Você consegue?

O marido pensa um pouco e responde:

- Bom, eu posso trazê-la segunda e quarta, mas...nas sextas, eu jogo bola!
(Enviado por email)

quinta-feira, 26 de maio de 2011

"Portugueses estão mais pobres e tem que haver culpados"

O empresário Belmiro de Azevedo afirmou à Lusa que "alguém foi responsável por todos os portugueses estarem 30% a 40% mais pobres neste período mais recente", considerando que "tem que haver culpados".

Questionado sobre a possibilidade Portugal ter uma investigação formal para apurar quem esteve na origem do elevado endividamento do Estado, Belmiro de Azevedo considerou que "é preciso saber porquê", acrescentando que "tem que haver culpados nomeadamente aqueles que foram responsáveis pela gestão do país".

Em declarações à Lusa, o presidente da Sonae Capital afirmou que "alguém foi responsável por todos os portugueses e muitas empresas neste período mais recente estarem 30 a 40% mais pobres".

O membro do Banco Central da Islândia Gylfi Zoega defendeu que Portugal deve investigar quem está na origem do elevado endividamento do Estado e bancos, e porque o fez.

"Temos de ir aos incentivos. Quem ganhou com isto? No meu país eu sei quem puxou os cordelinhos, porque o fizeram e o que fizeram, e Portugal precisa de fazer o mesmo. De analisar porque alguém teve esse incentivo, no Governo e nos bancos, para pedirem tanto emprestado e como se pode solucionar esse problema no futuro", disse.

Também o presidente da Comissão de Inquérito à Crise Financeira (FCIC, na sigla inglesa) do Estados Unidos, Phil Angelides, aconselhou uma investigação semelhante em Portugal e na Europa, como forma de apurar os factos que levaram à actual crise.

Em entrevista à agência Lusa, Phil Angelides considerou que a decisão de realizar a investigação sobre as causas da crise portuguesa teria utilidade para determinar com rigor a história e as responsabilidades na crise e para estimular o debate informado.

Criar uma comissão de investigação "é uma decisão que cabe ao povo e aos líderes portugueses, mas deixe-me dizer que este estudo foi muito valioso para os Estados Unidos, provocou um grande debate. O relato histórico rigoroso, a discussão e o debate são vitais para sair da crise porque, em geral, as pessoas que a causaram, nos Estados Unidos - reguladores que não fizeram o trabalho, Wall Street, que foi imprudente - não querem esse debate vigoroso", afirmou Angelides.

In Jornal de Notícias

terça-feira, 24 de maio de 2011

Pais destes adolescentes agressores para a cadeia já!

Veja aqui!

Tanta guerra porque um professor deu um castigo a um aluno indisciplinado!
Tanta tolerância em relação a estes adolescentes agressores!
Ser pai e mãe não é saber educar?!
Se não o fazem, têm que ser seriamente responsabilizados pelo comportamento de seus filhos.
Noutros países já é assim há tempos.
Os pais não têm só direitos, têm também iguais deveres.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Por um saco de comida...

video

Cigarros da moda preocupam médicos

Parece um cigarro tradicional, mas por lei não é considerado tabaco. Por isso, o cigarro electrónico não paga imposto especial e pode ser consumido nos espaços onde é proibido fumar. A maior parte das marcas promove o cigarro electrónico como uma forma de deixar de fumar e há cada vez mais pessoas a consumi-lo. O preço varia entre os 5 e os 12 euros, nas lojas chinesas, e entre 30 e 90 euros, nos sites das marcas especializadas.

As dúvidas sobre estes produtos já levaram as autoridades de Saúde de diversos países – Argentina, Austrália, Canadá, Alemanha e Suíça – a proibir o seu consumo.

Veja aqui toda a informação.

sábado, 21 de maio de 2011

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Cão ‘guarda-redes’ faz sucesso na Internet

Já tem uma enorme legião de fãs, com muitos deles a comentarem que defende melhor que muitos guarda-redes profissionais: um cão, de raça ‘beagle’, tornou-se um sucesso no You Tube pela forma como consegue apanhar bolas.
‘Purin’, o animal de estimação em causa, treina com regularidade com o seu dono, que decidiu colocar na Internet vários vídeos onde se revelam as acrobacias desportivas do cão.


video


Fonte: aqui

quinta-feira, 19 de maio de 2011

terça-feira, 17 de maio de 2011

Alerta de vírus no Facebook

A empresa de segurança informática Sophos lançou um alerta de vírus que se está a espalhar através do Facebook.

Segundo a empresa, milhares de utilizadores já foram enganados com a oferta de instalar um botão 'não gosto'. No Facebook existe o botão 'gosto' que permite aos utilizadores avaliar de forma positiva as publicações dos respectivos murais, ou comentários e fotos dos amigos, mas não existe nenhum botão 'não gosto', nem o Facebook tem planos nesse sentido.

A empresa avisa que quem clicar no link que diz "descarregue agora o botão oficial do não gosto" corre o risco de estar a instalar software malicioso que enviará mensagens de correio electrónico não solicitado desde a sua página do Facebook.

Fonte oficial do Facebook afirmou que aconselham sempre os utilizadores a não clicar sobre links suspeitos, mesmo que enviados por amigos.

De qualquer forma, a empresa Sophos defende que o Facebook deveria vigiar melhor as aplicações falsas que surgem amiúde.

Fonte: aqui

segunda-feira, 16 de maio de 2011

domingo, 15 de maio de 2011

sábado, 14 de maio de 2011

Mata por causa de óculos

Abel Ferreira, de 23 anos, foi morto à facada pelo filho do companheiro da mãe, Fábio Moreira, da mesma idade, após discutirem por causa do preço de uns óculos de sol, anteontem à noite, na casa dos pais, no Bairro do Outeiro, no Porto. O homicídio foi testemunhado pela mãe da vítima, Rosa Rebelo, pelo pai do agressor, Alfredo Moreira, e por duas irmãs do homicida, que ficaram em choque. Fábio Moreira foi detido horas mais tarde pela Polícia Judiciária do Porto e só hoje será ouvido por um juiz.

"O meu filho morreu nos meus braços. Ainda o tentei socorrer mas de nada resultou", começou por explicar ao CM Rosa Rebelo, mãe da vítima, de 44 anos. "Eles sempre se deram muito mal. Eram rivais. E ontem [anteontem] começaram a briga por causa do preço e da qualidade de uns óculos de sol. O Fábio pegou numa faca com a qual eu estava a cortar os legumes para o jantar e lançou-a contra o Abel. Acertou-lhe mesmo no coração", recordou a mãe, ainda nada refeita do choque de ver o filho mais velho a morrer.

A vítima ainda conseguiu tirar a faca do peito. "Disse depois que estava a perder a visão. Foram as suas últimas palavras. Caiu para o sofá e começou a jorrar muito sangue", explicou, emocionada.

O corpo do jovem foi autopsiado no IML, ontem à tarde, e o funeral deverá realizar-se durante o dia de hoje. Tanto Abel como o homicida viviam do rendimento mínimo. A vítima deixa um filho de três anos.

Fonte: aqui

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Quem nos tem governado a partir de 2005? Quem?

O crescimento da Divida Pública Portuguesa face ao PIB acentua-se de 1850 até 1926 com perturbações de vária ordem e total descontrolo do crescimento económico e da divida, que atinge 90% do PIB. De 1926 até 1974 a divida reduz-se a 12% do PIB com importante crescimento económico.
De 1974 até 1985 cresce de 12% para 60% do PIB com duas intervenções de estabilização financeira com apoio do FMI e estagnação económica. De 1986 a 1995 a economia cresce 17,4 pontos percentuais acima da média europeia e a divida mantêm-se controlada por volta dos 60% do PIB.
A partir de 2000 o crescimento económico estagna, e a divida dispara a partir de 2005, sendo hoje (2011) cerca de 100% do PIB.
Fonte: aqui

Se confiarmos nas sondagens, como é possível que Sócrates tenha as pertecentagens que tem? Será que aos portugueses já não resta um pingo de vergonha e de decência?

Portugal entrou oficialmente em recessão técnica

A Comissão Europeia confirmou esta sexta-feira que Portugal vai estar em recessão até 2013, com a economia a contrair 2,2 por cento este ano. Para o ano a previsão é de um recuo de 1,8 por cento.

As previsões de Bruxelas apontam ainda para a subida do desemprego para os 13 por cento no próximo ano. E esta é também a primeira vez na história que a dívida pública ultrapassa os 100 por cento do PIB.

Fonte: aqui

Um alemão chateado com Sócrates

video

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Um Jesus sem meias

- Sabes que o Jesus anda agora sem meias?
- Uhm! Talvez por causa da crise...
- Não, perdeu as 'meias' em Braga!...

terça-feira, 10 de maio de 2011

Homens da Luta afastados da final da Eurovisão

A canção 'A Luta é Alegria', dos Homens da Luta, não estará na final do Festival da Eurovisão, que vai realizar-se sábado na cidade alemã de Dusseldörf, visto que não foi uma dez mais votadas na primeira semi-final, que teve lugar nesta noite de terça-feira.

Jel e Falâncio interpretaram a canção vencedora do Festival RTP da Canção, com os membros do coro dos Homens da Luta a empunharem cartazes em que a frase 'A Luta é Alegria' aparecia escrita em diversas línguas.

Com um fundo psicadélico em tons verdes e vermelhos, os Homens da Luta apresentaram-se de punho erguido e terminaram a actuação com o grito: "A luta continua e o povo sai à rua."

Apesar do apelo poliglota, os portugueses não conseguiram um lugar entre os dez apurados para a final, que foram a Sérvia, Lituânia, Grécia, Azerbaijão. Georgia, Suíça, Hungria, Rússia, Islândia e Finlândia.



video

Fonte: aqui

Bebés chineses à venda para adopção por pouco mais de dois mil euros

Há bebés chineses que estão a ser vendidos para o estrangeiro a fim de serem adoptados. Um tráfico de seres humanos em que cada criança custa cerca de 2.200 euros.

De acordo com uma investigação levada a cabo pelas autoridades chinesas e reportada pelo The Telegraph, que cita a Caixin Century Magazine, alguns oficiais recolhiam à força crianças dos seus pais, sob o argumento da política de filho único.

Na província de Hunan foram retiradas às famílias pelo menos 20 bebés, sendo depois vendidas na Holanda e nos Estados Unidos.

Esta não é a primeira vez que surgem relatos dando conta de incidentes deste género, e por isso vai crescendo a contestação à política de filho único no país e à corrupção instalada no Partido Comunista da China.

O tema gerou 33.500 comentários no portal chinês mais conhecido da internet, antes de ser eliminado pelos serviços de censura.

Em declarações à revista, um camponês explicou que até 1997 as autoridades derrubavam as nossas casas, mas desde 2000 que começaram a confiscar as crianças.

Outro pai disse que em 2005 ficou sem a sua filha, devido a uma confusão depois de a ter deixado com familiares quando foi trabalhar para outra zona. A família ainda tentou 'comprar' a filha de volta no dia seguinte por 660 euros, mas já não foi possível. O pai da bebé recebeu, posteriormente, a hipótese de poder ser autorizado a ter duas crianças se não levantasse problemas relativamente àquele incidente, mas o seu casamento já se tinha desmoronado.
Fonte: aqui

Imigrantes africanos deixados para morrer no mar pela NATO

72 imigrantes africanos foram deixados no mar Mediterrâneo para morrer depois da guarda costeira italiana e a NATO terem ignorado os seus pedidos de ajuda.

O britânico The Guardian avança numa peça exclusiva que no final de Março, o barco que transportava mulheres, crianças e refugiados políticos, terá ficado sem gasóleo depois de ter deixado Tripoli rumo à ilha italiana de Lampedusa.

Dos 72 passageiros que se encontravam no barco, 11 morreram de sede e fome ainda antes do barco ter começado a andar à deriva no mar alto por 16 dias.

Um dos nove sobreviventes conta que: «Todas as manhãs acordávamos e encontrávamos mais corpos, que 24 horas depois éramos obrigados a mandar borda fora». O mesmo homem explica o tormento dos últimos dias, nos quais já mal se reconheciam uns aos outros, «enquanto uns rezavam outros morriam».

Apesar de ter sido estabelecido contacto com a guarda costeira italiana e com um helicóptero e navio de guerra da NATO, nenhuma tentativa de salvamento foi levada a cabo.

De acordo com a lei internacional é obrigatório a todos os navios, incluindo os militares, responderem chamadas de ajuda de barcos que devem auxíliar sempre que possível.

Os activistas dos direitos dos refugiados exigiram já que estas mortes sejam investigadas e a agência das Nações Unidas para os refugiados (UNHCR) pediu uma maior cooperação dos navios militares no Mediterrâneo e um esforço maior para salvar vidas.

Este ano os conflitos no norte de África provocaram um aumento da quantidade de pessoas a tentarem chegar à Europa por mar. Nos últimos quatro meses acredita-se que 30 mil emigrantes tenham feito essa viagem, sendo que desses cerca de 800 não terão completado a viagem.
Fonte: aqui

sábado, 7 de maio de 2011

Avião aterra de emergência em Copenhaga devido a zaragata de passageiros bêbedos

Um avião da companhia "low-cost" Norwegian aterrou hoje de emergência em Copenhaga para fazer desembarcar três passageiros alcoolizados envolvidos numa zaragata em pleno voo, indicou a polícia do aeroporto da capital dinamarquesa.

O aparelho, um Boeing 737-800 que se dirigia de Oslo a Larnaca (Chipre) com 110 passageiros a bordo, esteve imobilizado durante perto de meia hora hoje à tarde no aeroporto de Kastrup -- o tempo necessário para a polícia levar os três homens, dois noruegueses e um sueco de cerca de 30 anos, precisou o inspetor Kjell Moberg, citado pela agência francesa AFP.

"Um deles, particularmente agressivo, estava sob o efeito de álcool e, sem dúvida, de um medicamento, segundo as suas explicações", declarou Moberg, que não soube fornecer pormenores sobre a zaragata.

Uma sueca que viajava para Chipre, onde iria casar-se com um dos três passageiros que foram obrigados a desembarcar, decidiu ficar também em Copenhaga, de acordo com a polícia.

Como o incidente ocorreu no espaço aéreo da Suécia, a polícia dinamarquesa não abriu qualquer procedimento judicial contra os três escandinavos que foram, entretanto, levados para uma sala onde permanecerão até ficarem sóbrios.

"Os três homens têm de ficar sóbrios na esquadra da polícia antes de serem libertados", acrescentou o inspetor.
Fonte: aqui

ONDE ESTÁ O HUMANISMO?

O programa da troika é de pendor tecnocrático e liberal.

Olha para a realidade a partir do lucro. Quando este falha, há que sacrificar as pessoas. Facilitam-se os despedimentos, diminuem-se os salários, aumentam-se os impostos, agrava-se o custo de vida.


Do que precisávamos, por isso, era de um programa humanista, com forte consciência social, reparadora das injustiças e fomentadora da solidariedade.


É pena que, nesta hora, este discurso prime pela ausência.



Fonte: aqui

sexta-feira, 6 de maio de 2011

PIG



O mundo roda em valsa louca...

Posar nua custa cargo a professora
Uma professora primária neozelandesa foi destituída do cargo depois de posar nua para uma revista erótica. Na edição de Janeiro de 2010 da ‘Penthouse’, Rachel Whitwell, 29 anos, surge tal como veio ao mundo.
Numa das fotos, a docente descansa numa secretária escolar e a legenda diz: "Sou submissa na cama porque durante o dia sou eu que mando na sala de aula." Acrescente-se que o conselho escolar não achou graça!

Médica teme carraças
Uma médica e uma enfermeira do Centro de Saúde de Almeirim estão a ser alvo de um processo interno de averiguações por terem recusado prestar cuidados a uma criança de cinco anos que deu entrada com uma carraça na cabeça, alegando terem pavor do parasita.
"Elas nem sequer quiseram ver o meu filho. Limitaram-se a mandar uma funcionária dizer-me que tinham um medo de morte de carraças", disse ontem ao CM Sandra Batista, mãe do menino, que aguardou 20 minutos por assistência. "Fiquei sem palavras. Pensei que só podiam estar a gozar com a minha cara e vim-me embora", acrescentou a mãe, que se viu obrigada, na mesma noite, a recorrer a uma clínica privada em Santarém para que a carraça fosse removida. No dia seguinte, 28 de Abril, regressou à unidade de Almeirim para formalizar a queixa no Livro de Reclamações.
A directora executiva do ACES Lezíria II (agrupamento no qual se insere o Centro de Saúde de Almeirim), Luísa Portugal, já tem a reclamação na sua posse e está à espera de uma resposta por escrito das profissionais visadas.
"Para já, tudo é prematuro, mas, a ter acontecido tal como é descrito pela queixosa, configura--se um caso de má prática, pelo menos a nível do atendimento", reconheceu Luísa Portugal. "As profissionais deviam pelo menos ter conversado com a mãe da criança", acrescentou.

Mulher ganha direito a masturbar-se no trabalho
Uma brasileira, de 36 anos, venceu uma batalha judicial, ganhando o direito a masturbar-se no local de trabalho, devido a uma necessidade compulsiva de orgasmos.
Ana Catarina Bezerra Silvares é contabilista e possui uma doença bastante rara – compulsão orgástica.
Esta é fruto de uma alteração química no córtex cerebral, fazendo com que a mulher esteja constantemente à procura de orgasmos, de modo aliviar o seu estado de ansiedade.
De acordo com o jornal brasileiro ‘Região Noroeste’ houve dias em que Ana Catarina se masturbou 47 vezes. “Foi neste momento que procurei ajuda. Comecei a suspeitar que isto poderia ser anormal”, disse.
O Dr. Carlos Howert Jr. acompanha Ana Catarina há três anos, receitando-lhe um “cocktail” de ansiolíticos, de modo a diminuir os seus níveis de ansiedade e, por consequência, masturbar-se apenas 18 vezes por dia, lê-se no mesmo jornal.
Em Abril de 2011, Ana Catarina ganhou uma batalha judicial, adquirindo o direito, concedido pelo Ministério do Trabalho, a masturbar-se no seu emprego e a usar o computador da empresa para aceder a imagens eróticas.

Fonte: Correio da Manhã

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Os "trocados" da Troika

Quando fazemos uma compra, olhamos para o bolso para ver o que ficou ... os trocados. Claro que os trocados tem muito a ver com o dinheiro que se levava, as carências existentes, o preço daquilo que se adquire...

Após as negociações com a troika, que trocados ficaram?

- Teixeira dos Santos: "Não é um programa portador de boas notícias"

- Mais impostos, menos prestações sociais, mais facilidade em despedir e menos indemnizações a pagar são as ordens da troika.

- O plano negociado entre a 'troika' e o Governo português implica que "vai haver redução dos rendimentos dos particulares", declarou hoje o responsável do FMI nas negociações tripartidas com Portugal.

- Cinco por cento dos portugueses mais ricos têm 18 vezes mais rendimento do que cinco por cento dos mais pobres. Esta é uma das conclusões preliminares do estudo ‘Desigualdades em Portugal’, elaborado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS), que revela igualmente que o País tem um nível de desigualdade "extremamente elevado" no quadro dos países europeus.
Será que a justiça não quer nada connosco ou nós não queremos nada com a justiça?

- O director do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, disse esta quinta-feira que a instituição poderá aprovar os 26 mil milhões de euros da ajuda a Portugal até ao final deste mês. Está assim afastado o cenário negro avançado pelo ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, de que Portugal não tinham dinheiro para assumir os seus compromissos em Junho.
O FMI vai contribuir com 26 mil milhões dos 78 mil milhões de euros previstos para o empréstimo a Portugal por parte da 'troika' (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), contribuindo a União Europeia com os restantes 52 mil milhões de euros.

- As taxas de juro associadas ao empréstimo externo de 78 mil milhões de euros a Portugal serão de 3,25 por cento no início, mas irão mudando ao longo do tempo, disse o responsável do FMI Poul Thomsen esta quinta-feira. No quarto ano a taxa de 3,25% poderá subir para 4,25%.

- Jurgen Kroger considerou ainda que "se o pedido de ajuda tivesse sido feito mais cedo as medidas deste plano seriam menos pesadas".
"O atraso torna as condições mais dificeis e mais dolorosas", disse Poul Thomsen, do FMI. "Houve, entretanto um agravar do desemprego e surgiram problemas de liquidez com o sector bancário o que levou ao reforço das medidas", acrescentou.

- Interrogado sobre a possibilidade do comboio de alta velocidade avançar, o dirigente da Comissão Europeia, Jurgen Kroger disse, por sua vez, que "as parcerias público privadas devem terminar o mais depressa possível, mas que é necessário assumir os compromissos".

- O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, prevê para 2013 uma subida da taxa de desemprego para 13%, face aos 11,1% registados em Março.

- Na explicação que foi feita do plano de ajuda, Jürgen Kröger (da Comissão Europeia), avançou que serão adoptadas medidas para reforçar o sector financeiro a fim de serem criadas novas condições de financiamento a empresas e privados.
Também será criado um pacote, dentro das reformas estruturais, que visa colocar mais jovens no mercado do trabalho.

- O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, indicou esta quinta-feira que o programa de privatizações existente será acelerado e aprofundado, implicando a privatização total de empresas onde se previa apenas uma venda parcial, e será feito um levantamento para estudar mais privatizações. BPN, TAP, REN e EDP vão para venda já este ano é avançado na comunicação social.

- O ministro das Finanças reafirmou que o Produto Interno Bruto este ano vai sofrer uma contracção de dois por cento.
Num cenário de dificuldades, "haverá salários congelados e pensões", disse.

- Grande parte do património que hoje não paga impostos vai passar a pagar a partir do próximo ano divulgou esta manhã de quinta-feira o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, ao apresentar as principais linhas do memorando de entendimento entre a troika (Representantes do Fundo Monetário Internacional, do Banco Central Europeu e da Comissão Europeia) e o Governo.
O acordo entre o Governo e a troika centra-se na contenção de custos do Estado e na revisão da de vários impostos, contemplando um ajustamento de 3,4% do PIB na despesa e 1,7 por cento na receita.
Para aumentar a receita serão também aumentados os impostos sobre o consumo. A energia será mais cara e serão feitas privatizações no sector Estado.

- Subida do imposto sobre imóveis abrange mais de quatro milhões de proprietários. Em 2012 e 2013, receitas fiscais sobem 400 milhões de euros.

- Relacionando ainda com as difíceis citcunstâncias económicas, Jorge Sampaio defendeu hoje: "há concelhos e freguesias a mais, há dimensão, escala e recursos a menos", sendo que as "pesadas circunstâncias económico-financeiras do país não devem impedir que se ataque decididamente este desafio".

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Debate sobre acordo da troika

Acompanhe aqui o vídeo onde se comenta o acordo com a troika.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Ajuda externa: as medidas que não vão acontecer

Na intervenção ao país sobre os termos da ajuda externa, José Sócrates enumerou as medidas que não vão ter lugar no âmbito da negociação com a troika, sublinhando que o acordo para Portugal "decorre essencialmente das medidas previstas no PEC IV".

"O Governo conseguiu um bom acordo", começou por dizer José Sócrates, passando à enumeração das medidas que não serão contempladas: "não se mexe no 13º mês, nem no 14º mês, nem se substitui estes subsídios por títulos de poupança, não se mexe no 13º mês, nem no 14º mês dos reformados, não se prevê cortes no salário mínimo, não há cortes nas pensões acima dos 600 euros, mas apenas na acima dos 1500 euros, está expressamente admitido o aumento das pensões mínimas, não tem previstos cortes na função pública, não terá de haver revisão constitucional, não existirão despedimentos na função pública, nem aumento na idade de reforma, a CGD não será privatizada, mantém-se a orientação tendencialmente gratuita do serviço nacional de saúde, a escola publica mantém-se, não há privatização da segurança social, nem plafonamento das contribuições, nem alteração da idade de reforma".

Enumeradas as medidas que não terão lugar, o primeiro-ministro apresentou em seguidas "as informações que, no momento actual, pode com o acordo da troika" divulgar ao país. Sublinhando que as medidas previstas "são essencialmente as do PEC IV, nalguns casos com maior aprofundamento, nomeadamente nas medidas para 2012 e 2013"; o primeiro-ministro anunciou um programa a 3 anos que define metas para redução do défice (5,9% em 2011, 4,5% em 2012 e 3% em 2013). "Não serão necessárias mais medidas orçamentais para 2011", acrescentou. Sobre as medidas previstas para o mercado de trabalho, a informação avançada é a de que se baseiam "no acordo realizado com parceiros sociais em Março".

"Com este acordo o país obtém o apoio e confiança das instituições internacionais", afirmou Sócrates, sublinhando que espera "sentido de responsabilidade da oposição" no processo de consulta que se segue. Depois de várias semanas em que se especulou sobre o papel do ministro das Finanças na negociação, José Sócrates fez questão de fazer um agradecimento público ao trabalho desempenhado por Teixeira dos Santos e pelos técnicos portugueses envolvidos no processo. "Nenhuma nação vence sem confiança em si própria e nós vamos vencer esta crise", rematou.
Fonte: aqui

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Um Papa Americano

video

Cavaco Silva leu esta história e gostou

Navegavam há meses e os marujos não tomavam banho nem trocavam de roupa. O que não era novidade na Marinha Mercante britânica, mas o navio fedia!
O Capitão chama o Imediato:
- Mr. Simpson, o navio fede, mande os homens trocarem de roupa!
Responde o Imediato:
- Aye, Aye, Sir, e parte para reunir os seus homens e diz:
- Sailors, o Capitão está se queixando do fedor a bordo e manda todos trocarem de roupa.
- David troque a camisa com John, John troque a sua com Peter, Peter troque a sua com Alfred, Alfred troque a sua com Jonathan ... e assim prosseguiu.
Quando todos tinham feito as devidas trocas, volta ao Capitão e diz:
- Sir, todos já trocaram de roupa.
O Capitão, visivelmente aliviado, manda prosseguir a viagem.

É MAIS OU MENOS ISSO QUE VAI ACONTECER EM PORTUGAL NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES.

Comentário: E a prudência?

Por António Marujo, in Público


As grandes figuras do cristianismo - das quais muitas passaram à história como santos - foram, em toda a sua vida, grandes rostos da humanidade: foram pessoas de corpo inteiro - nas suas grandezas e nos seus limites, na sua coerência e nas suas circunstâncias. Tal como João Paulo II.


Ao longo dos 26 anos e meio do seu pontificado, foi evidente o compromisso do papa Wojtyla com grandes valores: a defesa da paz, o diálogo inter-religioso, o combate contra a pobreza, os apelos a um mundo com a riqueza mais distribuída. Foi ele que, na véspera da invasão do Iraque pelos EUA, afirmou que a guerra é sempre "uma derrota da humanidade". Foi ele que pediu o perdão da dívida externa que asfixiava os povos do Terceiro Mundo. Foi ainda ele que, em Jerusalém, apaziguou séculos de inimizades em relação aos judeus. Entre muitos outros gestos.

Mas uma herança nunca é unívoca. Os grandes santos do catolicismo dizem sempre que são também grandes pecadores. Porque reconhecem os limites da sua fragilidade. Porque se revêem inteiros na sua humanidade. Tal como João Paulo II.

O papa Wojtyla foi também o homem que fez sofrer mais de uma centena de teólogos, porque estes apenas queriam falar da sua fé de modo diferente da instituição eclesiástica. Foi ele também que fechou a possibilidade de a Igreja ter uma moral mais propositiva e menos proibitiva. Foi ele ainda que teve gestos de alguma complacência para com um ditador como Pinochet ou para com um pederasta como o padre Maciel e, ao contrário, se preocupou com os "desvios" doutrinais dos que queriam fazer do cristianismo um compromisso de libertação.

Tudo isso faz parte da herança de Wojtyla - que, acima de tudo, deixou um testamento complexo e poliédrico; que mereceria, por isso, que a História assentasse e fizesse o seu julgamento.

A Igreja Católica costuma falar da virtude da prudência. Na "discreta celeridade" do processo de João Paulo II, a prudência não terá sido a virtude dominante. Porque não é uma rápida beatificação ou canonização que tornam maior um gigante de humanidade. Como foi, em muitos aspectos, Karol Wojtyla.

UMA AMEAÇA EM VIDA, UM PERIGO NA MORTE (nótula sobre a eliminação de Ben Laden)

Ben Laden era uma ameaça em vida. Ben Laden continuará a ser um perigo depois de morto.

O recurso à morte leva a que todas as vitórias sejam efémeras. Foram muitos os que morreram às ordens de Ben Laden. Quantos não irão morrer, agora, na sequência da sua morte?

O grave é que muitos inocentes serão imolados nesta luta sem quartel.

Ben Laden fez muito mal a muita gente. Mas, por uma questão de princípio, nenhuma morte nos pode alegrar. Até porque não é a morte de um assassino que devolve à vida os assassinados. Nem tampouco evita que outros assassínios se cometam.

Não deixa de ser curioso notar o seguinte. Um presidente considerado belicoso não conseguiu eliminar Ben Laden. Foi com um presidente visto como pacifista (e até galardoado com o Nobel da Paz) que esta morte se consumou.

Não sou estratego. Não me perguntem, pois, como travar as acções de Ben Laden.

O caminho para a paz não é linear. De uma coisa estou seguro. O terrorismo não vai terminar. A esta hora, a sede de vingança deve ser enorme.

Para nos defendermos, não podemos falhar nunca. Mas para nos matarem, basta que não falhem uma uma vez.

Neste dia de sol, o mundo continua sombrio. De quanto tempo precisaremos até percebermos que não há caminho para a paz a não ser a paz?

Desde o dia 11 de Setembro até hoje, é a violência que tem triunfado. Até quando?
in http://theosfera.blogs.sapo.pt/