segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Velhinha atrevida!...

Uma senhora idosa estava a andar pela rua quando de repente aparece um assaltante:
- Passe-me todo o seu dinheiro! - diz o ladrão.
- Eu não tenho dinheiro! - responde. - Eu juro. Não tenho nada.
O ladrão não acredita e revista a velha. Passa a mão no corpo todo da velha tentando encontar algum dinheiro. Depois de muito esfregar ele finalmente concorda:
- É verdade, voce não tem dinheiro.
E vai indo embora. Mas antes dele desaparecer a velhinha grita:
- Se você me revistar outra vez como aquela, eu passo um cheque...

sábado, 13 de agosto de 2011

Governo quer avaliação interna e externa para 'profs'

A proposta de novo modelo de avaliação de professores prevê uma avaliação interna, feita em todos os escalões e na escola do docente, e uma externa, centrada na observação das aulas e realizada por avaliadores externos.

O projecto de avaliação de desempenho docente, entregue na sexta-feira aos sindicatos, prevê isenção de avaliação para os professores no oitavo escalão da carreira, desde que, em todas as avaliações, tenham obtido, no mínimo, a classificação de Bom, estejam no nono e décimo escalões ou reúnam as condições de aposentação.

Segundo a proposta de regulamentação, divulgada pelo Ministério da Educação, será constituída, para os casos de avaliação externa, uma bolsa de avaliadores formada por docentes de todos os grupos de recrutamento.

A observação das aulas exigida para o efeito será feita no último ano do ciclo de avaliação docente, sendo obrigatória para os professores em período probatório e nos segundo e quarto escalões da carreira. Poderá ser requerida, em qualquer escalão, para atribuição da menção Excelente.

A primeira ronda negocial entre Governo e sindicatos está agendada para dias 22 e 23.

De acordo com o documento, compete ainda ao avaliador externo aferir a dimensão científica e pedagógica dos professores.

Nas situações de avaliação interna, o avaliador é o coordenador de departamento curricular ou quem ele designar.

A proposta de regulamentação do novo modelo de avaliação de desempenho docente, que abrange educadores de infância e professores dos ensinos básico e secundário, prevê ciclos de avaliação mais longos, coincidindo com a duração dos escalões da carreira.

No caso dos professores contratados, o ciclo de avaliação corresponde à duração do contrato, tendo como limite mínimo 180 dias de serviço lectivo prestado. Quanto aos docentes em período probatório, equivale a um ano escolar.

O processo de avaliação de desempenho fica concluído no final do ano escolar anterior ao ano da progressão do professor na carreira.

O documento estipula que compete à Secção de Avaliação do Desempenho Docente do Conselho Pedagógico aprovar a classificação final, cabendo-lhe validar as notas de Muito Bom, Excelente e Insuficiente.

Os quatro elementos que compõem a Secção são eleitos pelo Conselho Pedagógico.

Em comunicado, o Ministério da Educação assegura que "nenhum professor será prejudicado pelos resultados das avaliações obtidas nos modelos precedentes", sendo que, após o final do primeiro ciclo de avaliação, "cada docente pode optar, para efeitos de progressão de carreira, pela classificação mais favorável nos três ciclos entretanto realizados".

Fonte: aqui

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Muro de Berlim começou a ser construído há 50 anos

Berlim assinala no sábado meio século da construção do Muro que dividiu a Alemanha durante 28 anos. Foi só em 1989 que o muro caíu, arrastando na queda o sistema comunista da Alemanha de Leste que subsistia à sua sombra.

As vítimas do Muro de Berlim vão ser homenageadas em cerimónia solene no memorial do muro na capital alemã, com a presença do Presidente da República, Christian Wulff e da chanceler Angela Merkel. A partir das 00:00 de sábado começarão a ser lidas biografias de vítimas do Muro na Capela da reconciliação, no referido memorial, cujo alargamento será inaugurado no mesmo dia.

Há 50 anos, as autoridades da República Democrática Alemã (RDA) justificaram a construção do Muro, uma barreira quase intransponível que dividiu Berlim ao longo de 155 quilómetros, com a necessidade de estancar a emigração em massa para ocidente e a sangria económica daí resultante para o regime comunista.

Segundo estatísticas oficiais, entre o ano da fundação da RDA, em 1949, e 13 de agosto de 1961, início da construção do Muro, emigraram do leste para o ocidente cerca de três milhões de alemães, descontentes com a transformação gradual da RDA num “satélite” da União Soviética. Só entre janeiro e agosto de 1961, mais de 160 mil alemães de leste decidiram mudar-se para a vizinha República Federal, num momento de agravamento das tensões na política internacional, em plena guerra fria.
Fonte: aqui

video

Padre recusa fazer baptismos

O pároco de Benavente, Tarcísio Pinheiro, recusa baptizar na sua paróquia filhos de pais que vivem em união de facto, celebraram casamento no civil, ou cujos padrinhos não sejam baptizados ou casados pela Igreja.

Empenhado em cumprir as regras do direito canónico, Tarcísio Pinheiro explicou que "as crianças quando impedidas de serem baptizadas em bebés podem-no fazer aquando da catequese, altura em que já possuem o uso da razão". O padre acrescenta que apenas baptiza crianças fruto de casamento civil quando os pais estão divorciados de anteriores casamentos católicos. "Esta é uma situação irreversível, porque os pais não podem voltar a casar-se pela Igreja", explicou o sacerdote.

Tarcísio Pinheiro adiantou que sempre baptizou filhos de mães solteiras e afirma não compreender por que razão há párocos que não seguem as mesmas regras no baptismo.

O sacerdote disse ficar descontente por outros padres de paróquias vizinhas aceitarem baptizar crianças nessas situações, facto que levou a que fizesse uma exposição ao Cardeal--patriarca. Acrescenta ainda que "os párocos de Salvaterra de Magos e de Alverca defendem iguais restrições no baptismo".


Fonte: aqui

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Mulheres organizam "Marcha das Putas"

As mulheres da Costa Rica vão organizar no próximo domingo a "Marcha das Putas", um movimento internacional que pretende lutar contra a violência sexual, anunciou esta quarta feira a organização do evento.

A marcha, que foi convocada por várias activistas femininas, pretende ser também uma resposta às declarações do bispo Francisco Ulloa, que durante uma celebração católica afirmou que as mulheres deveriam vestir-se com "recato" e "pudor".

Por esse motivo, as manifestantes vão reunir-se em frente à catedral de São José, segundo adiantou, em comunicado, uma das organizadoras da marcha, Rebeca Arquedas, citada pela agência espanhola Efe.

"Nós somos donas da nossa vida. Ninguém deve dizer-nos como nos devemos vestir, aquilo que devemos pensar ou o que devemos pensar. Pelo contrário, é necessário ensinar aos homens que não devem violar, agredir e abusar", diz o comunicado.

A primeira "Marcha das Putas" ocorreu em Abril, no Canadá, quando um polícia recomendou às mulheres não vestirem-se como "putas" para que não fossem vítimas de violência sexual.

Posteriormente, fizeram-se marchas no Reino Unido, Índia, México, Nicarágua e Honduras.
In Diário de Notícias, 11-8-2011

Serviço público de televisão não implica que tenha de haver uma televisão propriedade do Estado

São inconfessáveis os desígnios que, por vezes, se atravessam no espírito de algumas pessoas.
Numa altura em que a ordem é poupar e a tendência parece ser cortar até naquilo que faz falta, causa viva impressão a resistência a que se prescinda de certas fontes de despesa.
É natural que Portugal tenha um serviço público de televisão. Mas serviço público de televisão não implica que tenha de haver uma televisão propriedade do Estado. Serviço público não é necessariamente o mesmo que propriedade estatal.
Os canais privados podem perfeitamente cumprir o serviço público. Acresce que a programação da televisão pública não difere na substância da programação dos canais privados. Os seus gastos são maiores e a sua qualidade não é melhor.
Foi em nome da contenção de custos que, em tempos, se reduziu o apoio à imprensa regional. Será que o argumento não vale para agora? E, como se isso não bastasse, ainda há quem condene o fim da taxa de televisão!
Invocar o exemplo de países como a França, a Alemanha ou a Inglaterra não convence. A nossa situação é, infelizmente, muito mais grave.
É por tudo isto que nunca percebi muito bem a razão por que alguns não querem que se entregue a gestão de um canal televisivo aos cidadãos do nosso país.
Porquê desconfiar da sociedade civil? Receio da autonomia ou vontade de manter o controlo?
Não é um julgamento. É tão-somente uma inquietação.
Fonte: aqui

terça-feira, 9 de agosto de 2011

15M contra B16


Notícia do "Jornal de Notícias" de hoje. Há alguma ironia no facto de Bento XVI ser crítico do capitalismo selvagem (ver "Caritas in veritate"), exigir uma globalização com leis e valores e uma regulação das finanças mundiais e encontrar oposição no movimento 15M, que em parte defende os mesmos pontos de vista, ainda que com matizes mais radicais. Mas parece óbvio que os acampados não conhecem a doutrina social da Igreja. Por outro lado, o 15M quer "democracia directa já". E aí nunca se encontrará com B16, que nunca pensará em tal coisa para a sua "ecclesia". Mas há que admitir que o 15M com as suas tendas nas praças de Madrid parece uma nova "qahal" no deserto do Sinai.

Fonte: aqui


Reformas milionárias no Estado


video


Fonte: Correio da Manhã


sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Morreram mais de 29.000 crianças nos últimos 90 dias na Somália

A ONU avançou esta quinta-feira que as suas estimativas apontam para que na Somália já tenham morrido mais de 29 mil crianças com menos de cinco anos de idade nos últimos 90 dias.
A pior crise de fome nos últimos 60 anos tem-se agravado nestas derradeiras semanas e além do número de mortes infantis estimado, a ONU aponta ainda para cerca de 640 mil crianças que estarão subnutridas no país.

Aos constantes apelos pelo envio de ajuda humanitária para a região a ONU tem avançado com informações que colocam em números os efeitos devastadores da crise de seca e fome que tem na Somália o seu epicentro. De acordo com a Organização das Nações Unidas, dos 7,5 milhões de somalis que habitam o país, cerca de 3,2 milhões necessitarão de ajuda imediata e crucial para a sua sobrevivência.

Na Somália são já cinco as áreas classificadas pela ONU como zonas de fome, o que tem motivado a migração de milhares de somalis em direcção a campos de refugiados situados no Quénia e na Etiópia, nações vizinhas.

Às dificuldades colocadas pela crise de seca e fome acrescem os obstáculos erguidos por grupos da al-Qaeda presentes na região, que se recusam a reconhecer a existência de fome na região e dificultam as operações de ajuda humanitária aos refugiados somalis, principalmente ao tentarem bloquear as ajudas vindas do World Food Program, o mais vasto programa internacional de ajuda humanitária para crises de fome.

SOL/AP

Veja aqui reportagem, fotos, inquietações...

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Chimpanzé dá biberão a tigre-bebé

O instinto maternal de um chimpanzé, de apenas dois anos, está a causar furor num jardim zoológico de Banguecoque, na Tailândia, alimentando com biberão uma cria de tigre, de três meses.

A cumplicidade entre o primata, de nome Do Do, e o felino, Aorn, é total. O macaco experimenta mesmo a temperatura do leite no biberão antes de dar ao tigre bebé, com estes gestos carinhosos a atrairem centenas de turistas ao local.

Do Do e Aorn também são cúmplices nas brincadeiras, com o macaco a mostrar gestos protectores para com o 'predador'.


video
Fonte: aqui

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Fala a Doutora Virgulina Cornélia

Olá!
Chamo-me Doutora Virgulina Cornélia e adoro, adoro fofocar.
Já em criança, as santanárias das minhas colegas me chamavam coscuvilheira, metediça, intriguista. E o prazer que essas beatérias tinham em me acusar à professora!? Claro que não me safei de levar umas valentes reguadas que essa bruxa da professora não se fazia rogada... Coitada, era para esquecer a armação que trazia na cabeça! O marido não podia ver um bom rabo de saia, babava-se então todo aquele mijãozinho armado em D. Juan. E algumas lhe foram parar ao papo, mas não tantas como fazia crer por falta de unhas...
Ainda bem que casei com um homem que nunca quis que eu trabalhasse (também alguma recompensa tinha que ter, porque debaixo dos cobertores nunca foi grande coisa. E agora muito pior que a idade me perdoa. Resta-lhe um morto e duas testemunhas!). Mas empregada doméstica sempre tive e nunca me faltou tempo para as minhas conversas no café, no centro de saúde e no cabeleireiro. Sempre muito bem informada, felizmente.
Fico danada quando chego a algum lado e sou logo aviada. Primeiro tenho de descansar que aquela caminhada deixa-me exausta. Aproveito para pôr a conversa em dia e as novidades chovem de todos os lados, pois felizmente, sou bem conhecida.
Adoro quando me vêm com aquela "Amiga, isto é segredo, não dizes nada pelo amor de Deus". Tá bem, tá. Segredo? Credo! Até se me enovela o estômago só em pensar em guardar segredo. Claro que sei muito bem como desnovolear o estômago sem me expor. Basta que diga que "ouvi por aí", ou então que "se comenta" ou ainda dando mais força "toda a gente diz"...
Acho piada àquelas pitosgas que me vêm só com aquilo que querem que eu divulgue para se vingarem ou expurgarem recalcamentos. Como aquela a quem o namorado pôs uns patins e que inventa tudo para o achincalhar. Até me veio dizer que nunca tinha tido nada com ele porque ele, coitado, era um coitado! Imagine-se! Aquela armada em virgem! Também é loira, pobrezinha! Mais loira do que a tinta aos montes que coloca no cabelo para parecer loira.
Há uns anos a esta parte, estou nas minhas sete quintas, olarilas! Fiz um curso de computadores e com a ajuda de umas amigas já me mexo bem na Internet. Criei um perfil no facebook, onde converso com as minhas amigas e amigos. Mas é nos blogues que me sinto como peixe em água, pois posso dizer tudo sem me expor, maravilha! Claro, sempre anónima ou então, para variar, um pseudónimo chamariz mas que sei que não me compromete. No facebook, tenho que ter mais cuidado para não me comprometer pois aí identificam-me logo.
Sou das que digo que, se temos língua, é para falar, até para ela não ficar atrofiada. Claro que as ressabiadas, quando não precisam de mim, me chamam fofoqueira. Coitadas! Nem sabem o prazer que me dá uma boa fofoca! O importante é a gente preservar-se, mas nisto sou mestra.
Virgulina Cornélia dos Prazeres e Morais

terça-feira, 2 de agosto de 2011

O MAL SERÁ COMBATIDO COM O BEM

«Querido Anders Behring Breivik».

É assim que começa a carta escrita por um jovem sobrevivente do massacre na ilha de Utoya.

«Não vamos responder ao mal com o mal, como gostarias. Vamos combater o mal com o bem. E venceremos».

«Quero que saibas que falhaste», escreveu o jovem a Anders Behring Breivik.

«Tu acreditas que venceste porque mataste os meus amigos e companheiros. Acreditas que destruíste o partido trabalhista e as pessoas que crêem numa sociedade multicultural», escreveu Ivar Benjamin Oesteboe, 16 anos, o qual perdeu cinco amigos na carnificina.

«Descreveste-te como um herói, um cavaleiro. Não és um herói. Mas uma coisa é certa: criaste heróis. Em Utoya, nesse quente dia de Julho, conseguiste criar alguns dos maiores heróis que jamais existiram no mundo», continuou o adolescente.

Na ilha de Utoya a 22 de Julho, Ivar Benjamin e alguns dos seus companheiros esconderam-se na margem do rio à espera que a polícia chegasse enquanto ouviam os disparos.

Breivik, mascarado de polícia, enganou-os. «Chamámo-lo, agitando os braços. Estava a tentar acalmar os jovens que o rodeavam e de repente, impassível, deu a volta e começou a disparar contra todos», explicou Benjamin.

O jovem conseguiu salvar-se quando a polícia chegou à ilha mais de uma hora e meia depois de o tiroteio ter começado.

«Vou explicar-te como funcionou o teu plano. Conseguiste ser o homem mais odiado da Noruega. Muitos estão com raiva de ti; eu, não. Não tenho medo de ti. Não podes alcançar-nos, somos maiores que tu», disse Ivar Benjamin no final da sua carta.

Notícia extraída da edição online do Público.
Fonte: aqui

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

E se ao conduzir, de repente lhe aparecesse uma cobra a deslizar pelo para-brisas do seu carro?!



video

Uma família de Memphis, EUA, assustou-se depois de uma cobra ter aparecido a deslizar sobre o limpa para-brisas do carro onde seguiam a 104 quilómetros/hora. Rachel Fisher, de 26 anos, era quem ia a conduzir.

O marido da condutora, que ia a seu lado (o designado lugar do morto onde há maior visibilidade frontal), pegou no telemóvel e gravou o episódio durante dois minutos e vinte e quatro segundos, enquanto a sua mulher, assustada, gritava.

De acordo com o Daily News, a cobra estava debaixo do capô do carro e deslocou-se para o para-brisas. No interior do veículo encontravam-se também os três filhos do casal, Elizabeth, Judah e Rivers.

"Normalmente, as cobras não me assustam muito" disse Rachel Fisher, que, no entanto, não esperava encontrar a passear-se no limpa pára-brisas do seu carro.

In Diário de Notícias

Se roubarem o seu Telemóvel... lixe o ladrão!

Se por acaso alguém lhe roubar seu telemóvel, sacaneie o ladrão!! "A força é o produto da união". Muito útil...
A DICA É MUITO INTERESSANTE, ATÉ PORQUE POUCA GENTE TEM O HÁBITO DE LER MANUAIS. Agora, com esta história do 'Chip', o interesse dos ladrões porTELEMÓVEIS aumentou. É só ele comprar um novo chip por um preço barato numa operadora e o instalar no aparelho roubado. Fácil... não é?
Segue, então, uma informação útil que os comerciantes de telemóveis não divulgam. Uma espécie de vingança para quando roubarem o seu.
Para obter o número de série do seu telemóvel (GSM), digite *#06# Aparecerá no visor um código de algarismos... Este código é único!!! Anote e guarde-o com cuidado!!!
Se roubarem o seu telemóvel, telefone para sua operadora e informe-os deste código. O seu telemóvel será completamente bloqueado, mesmo que o ladrão mude o 'Chip'. Provavelmente, você não recuperará o aparelho, mas quem quer que o tenha roubado não poderá mais utilizá-lo.
Se todos tomarem esta precaução, imagine: o roubo de telemóveis deixará de ter utilidade. Envie isto a todos e não esqueça de anotar o número de série do seu TELEMÓVEL!!!