sexta-feira, 30 de março de 2012

Com este novo modelo de motor eléctrico, podemos, com 1 euro, andar 100 Kms

video

Alguém deu relevo a esta invenção? 
NOVO CARRO ELÉCTRICO PORTUGUÊS - Reportagem sobre o VEP da Escola Superior de Tecnologia de Viseu.

MEUS AMIGOS: (ESTE TEMA É MUITO SÉRIO) Está aqui a solução!
Com este novo modelo de motor Eléctrico, podemos, com 1 Euro, andar 100 Kms. INACREDITÁVEL? Não! Pura verdade.
Mas vejam este Vídeo-clip!
(Esta mensagem  tem que chegar a todos os Portugueses)

O "SISTEMA" POLÍTICO, NEM DISSE UM "PIO".
Pois... o que não seria se alguém começasse a alterar os veículos em fim de vida?
Poderia fazer uma grande mossa nos lucros milionários da Galp ou nos impostos cobrados em combustíveis e em carros novos!
 TVI_-_Jornal_Nacional.wmv
(enviado por email)

quarta-feira, 28 de março de 2012

Dominicanas encerram colégio do ensino básico

"É estranho que a Igreja seja a primeira a abandonar a luta contra a crise", lamentou Vasco Oliveira, representante dos pais e encarregados de educação.

Veja aqui a informação.

1,5 milhões de gregos admitem regressar à agricultura

A crise económica e financeira está a fazer regressar os gregos à agricultura e cerca de 1,5 milhões admitem deixar as cidades, revela uma sondagem encomendada pelo Ministério da Agricultura.
Dois terços das pessoas que desejam mudar de vida
estão na universidade, e três quartos têm menos de 44 anos
Mais de 68 por cento das pessoas interrogadas no estudo do Instituto Kapa Reserach e focado nas regiões de Atenas e Salónica - as duas principais cidades do país - indicaram a hipótese de viverem na província, enquanto 19,3 por cento já adoptou iniciativas concretas para essa mudança, refere o estudo publicado esta quarta-feira nos media gregos. 
Cerca de dois terços das pessoas que desejam mudar de vida estão na universidade, e três quartos têm menos de 44 anos.
As suas preferências centram-se na cultura de oliveiras (51,5 por cento dos interrogados), agricultura biológica (51,5), ou ainda a cultura de plantas aromáticas e farmacêuticas (33,3 por cento).
Em paralelo, 50 por cento demonstrou interesse na produção de caracóis, 33,3 por cento na apicultura e 16,7 por cento da criação de gado caprino e ovino.
Os números denunciam "uma grande mudança na sociedade e no estilo de vida gregos", cujo "impacto deve ser avaliado", considerou o ministro da agricultura, Costas Skandalidis, após divulgar o estudo.
O desemprego na Grécia atinge mais de 20 por cento da população activa, e afecta 51,5 por cento dos jovens com menos de 24 anos.
In Correio da Manhã

E OS PORTUGUESES?? DE QUE ESTÃO À ESPERA??

segunda-feira, 26 de março de 2012

Madonna performing for Superbowl XLV!

video

Morte de jovem em Lloret foi acidente ou suicídio

Queda acidental ou suicídio são as duas hipóteses apontadas pela polícia de Lloret de Mar como causas da morte do jovem português de 17 anos, residente em Castro Verde, na noite de domingo num hotel daquela localidade espanhola.
Fonte dos Mossos d'Esquadra, a polícia autonómica da Catalunha, explicou hoje à agência Lusa que os investigadores "descartam a hipótese de uma morte violenta, de origem criminosa" ou que se tenha tratado de um caso de 'balconing', prática de jovens que se atiram das janelas e varandas dos hotéis para as piscinas.
"A investigação continua aberta e a decorrer, mas descarta-se a morte violenta ou criminal ou que tenha sido um caso de balconing", sublinhou a fonte policial.
"Não se sabe se terá sido acidental ou suicídio", afirmou a mesma fonte, explicando que o jovem caiu da janela do quinto andar de um empreendimento hoteleiro em Lloret de Mar cerca das 20:15 locais (19:15 em Lisboa).
A fonte policial explicou que vários dos colegas do jovem, aluno do 12º ano da Escola Secundária de Castro Verde, foram ouvidos pela polícia, devendo a autópsia ao corpo completar-se nas próximas 24 horas.
"É um processo que será determinado agora pelo juiz de instrução do caso e pelo médico forense", explicou a fonte, notando que só depois de concluído esse processo se procederá à trasladação do corpo para Portugal.
Um funcionário do complexo de apartamentos onde o grupo de 20 alunos da mesma escola estavam hospedados já tinha, no domingo, descartado, em declarações à Lusa, que se tratasse de um caso de 'balconing'.
"Não foi nada disso. Ouvi vários dos seus colegas e as informações que aqui estavam a ser dadas às autoridades. Foi outra situação. Aliás, o quarto dá para uma rua estreita, não para qualquer piscina", comentou.
O mesmo funcionário declarou que o caso deixou os colegas do jovem "muito transtornados".
"Eles estavam em estado de choque. Como estavam também muitos dos outros jovens que aqui estão hospedados", explicou, lamentando a morte do jovem português.
O jovem viajou sexta-feira para Lloret de Mar acompanhado de 20 colegas, segundo adiantou à Lusa o diretor da Escola Secundária de Castro Verde, Augusto Candeias.
O docente referiu que o jovem estudante do 12.º ano partiu na sexta-feira ao final do dia para a viagem de finalistas do ensino secundário, que teve como destino aquela localidade espanhola, para onde anualmente se deslocam milhares de estudantes portugueses e onde há cerca de dois anos ocorreu a morte de um outro jovem de 17 anos, também devido a uma queda de uma varanda.
Augusto Candeias adiantou que a escola não esteve envolvida na organização da viagem e que os alunos não foram acompanhados por professores.
"Estamos a fazer tudo o que está ao nosso alcance para garantir que os alunos têm o máximo apoio possível", referiu o diretor da Secundária de Castro Verde.
O funcionário do empreendimento turístico explicou ainda à Lusa que os colegas da vítima foram já transferidos para outra unidade de quatro estrelas do mesmo grupo hoteleiro e que se prevê que regressem a Portugal ainda hoje.
O caso está a ser acompanhado pelas autoridades consulares portuguesas na região da Catalunha.
Fonte: aqui

sábado, 24 de março de 2012

Ex-testemunhas de Jeová querem ajudar antigos fiéis

Ex-testemunhas de Jeová encontraram-se hoje, no Porto, com o objetivo de criar "uma associação para ajudar as pessoas que saem daquela organização e de outras seitas religiosas", disseram à Lusa os seus promotores. Vítor Máximo e César Rodrigues foram os primeiros a chegar, ambos são ex-membros daquela religião e porta-vozes deste movimento associativo, ainda numa fase muito embrionária.
O ponto de encontro foi um café situado frente à estação ferroviária de Campanhã e tanto Vítor como César vestiam uma camisola alusiva à sua condição de ex-membros, com a inscrição "Não à discriminação".
Mais tarde, o casal Horácio Silva e Lídia Ferreira, de Famalicão, juntou-se a eles e às críticas a uma organização da qual todos fizeram parte durante boa parte das suas vidas.
"As pessoas que estão lá dentro são psicologicamente apertadas, digamos que é uma espécie de bullying religioso", compara César, de S. João da Madeira, que preferiu ocultar a sua profissão "para não ser identificado"
Uma das queixas principais é o corte de relações com quem sai da religião, que os ex-membros dizem ir ao ponto de passarem a ser ignorados pelos pais, outros familiares e amigos, como se não existissem ou não os conhecessem.
"Nós não somos contra a religião, somos contra a discriminação que eles fazem, e as pessoas que saem sentem-se perdidas, sozinhas no mundo", porque quase toda a sua vida girava em torno da religião e isso perde-se.
"Eu já não estou com os meus pais há meses e toda a minha família Jeová virou-me as costas", exemplificou Vítor Máximo.
"Toda esta luta é por causa disso", reforçou.
A discriminação que afirma existir "é imposta pelas doutrinas das Testemunhas de Jeová".
Face a queixas como esta, o porta-voz da organização, Pedro Candeias, disse à Lusa, em agosto do ano passado, que a respetiva orientação para o corte de relações com quem sai da religião é "um conselho sábio" e não uma "privação de liberdade".
A "bíblia sagrada" indica que "quem anda com pessoas sábias torna-se sábio, mas irá mal aquele que tem tratos com os estúpidos", acrescentou ainda.
Vítor tem hoje 41 anos e foi membro durante cerca de 33, desde que nasceu.
"Os meus pais já eram", justificou.
Explica que a sua ligação foi tão longa devido ao que designa por "a tal lavagem cerebral".
"Nunca li um livro, para além dos oficiais da organização", continuou.
No seu caso, "a internet foi decisiva para a rutura" com as Testemunhas de Jeová.
César reforçou afirmando que "as pessoas são desaconselhadas a ter internet, porque os podres estão lá todos".
"Quando há qualquer coisa errada, a orientação é para falar com os anciãos e não falar com as autoridades", prosseguiu.
Ao olhar para os anos em que foi membro, Lídia e o marido dizem que o mais lamentam foi "o tempo perdido" e o que sentem agora é "revolta".
No encontro marcado para hoje, César e Vítor não esperavam mais de "15 pessoas, a maior parte do sul".
Por volta do meio-dia, contudo, as presenças resumiam-se aos quatro, nada porém que fizesse desanimar os seus promotores.
Questionado sobre se admitiam desistir da ideia de uma associação, Vítor respondeu: "Nunca".
Em outubro do ano passado, Coimbra acolheu um primeiro encontro de ex-membros e daí surgiu o Forum Testemunhas de Jeová, na internet, para "ajudar pessoas que abandonam" a religião.
"Agora, queremos uma associação legal, com tudo direitinho", reforçou.
Contactado Pedro Candeias, do Departamento de Informação Pública (DIP) da Associação das Testemunhas de Jeová de Portugal, remeteu uma resposta para mais tarde.
Fonte: aqui (os sublinhados são nossos)

sexta-feira, 23 de março de 2012

Marinho Pinto atira em todas as direcções

O bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, fala muitas vezes e fala muito.  Além do programa de televisão em que participa, rara é a semana em que não apareça na comunicação social.
Até aqui, nada de especial. Sabendo os graves problemas que afectam a justiça em Portugal, lenta e por isso não justa, não admira que o bastonário da Ordem dos Advogados intervenha muitas vezes.
Hoje a comunicação social faz eco das críticas que Marinho Pinto dirigiu à polícia acusando-a de "continuar com tiques da ditadura". Isto a respeito  da manifestação de quinta-feira, em Lisboa.

Marinho Pinto, citando o falar popular, até diz "umas verdades". E mostra coragem em muitas situações, o que é bom para a democracia. É apreciada a frontalidade que usa para com os juízes, classe que comete erros como as outras, mas que parece estar numa rodoma, intocável.

Mas estar sempre a atacar tudo e todos reclama uma autoridade quase divina. Ao ouvi-lo falar, naquele seu estilo forte, convicto e decidido, parece que tem em tudo a última palavra!
Penso que seria bom que o bastonário olhasse mais para dentro, para a sua casa: a Ordem dos Advogados. Muitos destes precisarão de ouvir Marinho Pinto "falar forte e duro". É preciso denunciar, a partir de dentro, interesses corporativistas que em nada contribuem para o normal funcionamento da justiça.
Ainda ontem, num programa de televisão, se falava do papel de grandes escritórios de advogados e a sua ligação a interesses do Estado, concomitantemente ou sucessivamente conjugada com  ligações a interesses particulares.
Se temos más leis, não terão os consultores (advogados) culpas no cartório?
Certo arrastar de processos não terá também a ver com interesses de advogados?

Pois, malhar na polícia dá populismo, mas não defende os interesses da população. Só uma autoridade  competente e respeitada pode garantir a segurança de pessoas e bens.
A polícia merece críticas em certas ocasiões (e quem as não merece? Os advogados?); mas também merece  elogios pelo trabalho que, apesar de mal pago, exerce com competência e, tantas vezes heroísmo.

Número de casais desempregados dispara 73,2% em fevereiro

O número de casais desempregados disparou em Fevereiro, para mais de sete mil. São mais 70% do que no mesmo mês do ano passado. É o valor mais alto desde que há registos.
video
O número de casais com ambos os cônjuges desempregados disparou 73,2 por cento em fevereiro face a igual mês de 2011 e já atinge os 7.192 casais, o valor mais elevado desde que esta informação é divulgada.
De acordo com os dados recolhidos pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), em fevereiro, face a janeiro, há mais 320 casais (um aumento de 15,8 por cento) que garantem a sua sobrevivência com as prestações sociais pagas pelo Estado.
Este universo representa 4,7 por cento do total de desempregados casados ou em união de facto inscritos no centro de desemprego (306.746 pessoas).
Em termos homólogos, são mais 2.823 casais em que ambos os cônjuges foram afetados pelo desemprego.
De acordo com o IEFP, desde julho de 2011 que se regista um aumento em cadeia do número de desempregados em que ambos os cônjuges estão desempregados, tendo-se registado em fevereiro de 2012 o número mais elevado desde que esta informação é recolhida (outubro de 2010).
No final de fevereiro de 2012, dos desempregados inscritos nos centros de emprego, 49,8 por cento eram casados ou viviam em situação de união de facto.
O aumento do desemprego foi mais acentuado nas uniões de facto (135,5 por cento) em termos homólogos.
De acordo com os dados divulgados na quarta-feira pelo IEFP, o número total de inscritos nos centros de emprego continuou a aumentar em fevereiro em termos homólogos (16,6 por cento) e mensais (1,6 por cento), para 648.018 desempregados.
No final de fevereiro encontravam-se inscritos nos centros de emprego do Continente e das Regiões Autónomas mais 92.471 indivíduos do que um ano antes.
Face a janeiro, o número de desempregados aumentou em 10.356 pessoas, mantendo-se assim a tendência de crescimento observada nos últimos meses.
Fonte: aqui

quinta-feira, 22 de março de 2012

"Nós descendemos dos que ficaram cá ..."

Lucidez!
Um jovem diplomata português, em diálogo com um colega mais velho:
- Francamente, senhor embaixador, devo confessar que não percebo o que correu mal na nossa história.
Como é possível que nós, um povo que descende das gerações de portugueses
-que "deram novos mundos ao mundo",
- que criaram o Brasil,
- que viajaram pela África e pela Índia,
- que foram até ao Japão e a lugares bem mais longínquos,
- que deixaram uma língua e traços de cultura que ainda hoje
sobrevivem e são lembrados com admiração,
como é possível que hoje sejamos o mais pobre país da Europa ocidental?
O embaixador sorriu:
- Meu caro, você está muito enganado. Nós não descendemos dessa gente aventureira, que teve a audácia e a coragem de partir pelo mundo, nas caravelas, que fez uma obra notável, de rasgo e ambição.
- Não descendemos? - reagiu, perplexo, o jovem diplomata

- Então de quem descendemos nós?

- Nós descendemos dos que ficaram cá ...

Um novo escândalo atinge a Igreja Católica na Holanda

Igreja católica castrou meninos na Holanda?

A Igreja Católica holandesa disse estar disposta a cooperar com investigações para verificar a veracidade da reportagem.

Ver aqui

terça-feira, 20 de março de 2012

Sê todo em cada coisa

"Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui
Assim em cada lago a lua toda brilha,
porque alta vive".

Ricardo Reis, in "Odes"
Fernando Pessoa

Professora italiana em roupa interior enfurece pais

Os pais das crianças de um infantário em Castello di Serravalle, em Itália, estão a tirar os seus filhos da instituição de ensino porque a professora pousou em roupa interior para a produção de um calendário.

A causa desta reacção prende-se com a descoberta de que a professora gosta de pousar em trajes menores, como actividade extracurricular.

“Penso que também há um bocado de inveja neste caso”, afirmou a professora Michela Roth sobre a reacção dos pais, ao jornal britânico 'Daily Mail', confessando que “há mães que dizem que os seus filhos mal podem esperar pela manhã para me puderem ver outra vez”.
Brunette Michela Roth, de 38 anos, nasceu nos Estados Unidos mas vive em Itália há mais de 10 anos, tendo vencido vários concursos de beleza, entre os quais Miss Mãe Italiana.
Fonte: aqui

Professora "demasiado sexy" defende-se de críticas

"Não sou uma monja, mas também não dou aulas de biquíni", disse Michela Roth, professora de uma escola em Castello di Serravalle que perdeu alunos depois de alguns pais terem descoberto fotografias dos seus trabalhos como modelo na Internet.
A professora tornou-se num fenómeno no Facebook. Na sua página há muitos pedidos de amizade e comentários solidários, mas também vários ataques. "Se sou uma bomba mediática? Amanhã estarei na escola como sempre. O meu trabalho continua", afirmou numa entrevista ao 'Bologna Today'.
"A nossa escola consiste em três sócias que são professoras, duas pessoas de apoio e uma pedagoga. Ganho 400 euros e sou uma mulher como tantas outras. Não sou uma monja, mas também não dou aulas de biquíni. No meu tempo livre faço o que me apetece e se trabalho como modelo é para aumentar o meu salário", explicou.
A professora foi considerada "demasiado sexy" por alguns pais, que resolveram tirar os filhos da escola. Michela Roth, de origem norte-americana, trabalhou como modelo e ganhou os concursos "Miss Mamma" e "Miss Culetto d'Oro" (literalmente miss rabo de ouro), numa votação na Internet.
A entrevista termina com uma provocação. "Em breve levaremos as crianças à piscina. Informo que vou usar fato de banho olímpico completo, nada de biquíni."
Fonte: aqui

domingo, 18 de março de 2012

Os optimistas

Começa a ser difícil encontrar em Portugal um político que não seja candidato a candidato de alguma coisa.

A lista para as presidenciais, por exemplo, não tem fim: de Carvalho da Silva a Marcelo, passando por Durão Barroso ou Santana, todas as semanas lá salta mais um da cartola com Belém no horizonte. E quando não é Belém, é S. Bento: António Costa é o nome messiânico com que a esquerda gostaria de recuperar o poder nas próximas eleições.
Este frenesim espanta: com legislativas em 2015 e presidenciais só em 2016, o excesso de candidatos, produzidos pela comunicação social com a óbvia cumplicidade dos próprios, apenas revela a manifesta fraqueza dos titulares, no caso Tozé Seguro e Passos Coelho. Mas revela mais: uma espécie de crença fantasista de que, lá para 2015 ou 2016, o país já terá dobrado o Cabo das Tormentas, fazendo de Belém (ou de S. Bento) um lugar novamente aprazível. Quem disse que os portugueses eram um bando de pessimistas?
João Pereira Coutinho, aqui

sábado, 17 de março de 2012

Padre CORAJOSO

O Ministério Público Federal de São Paulo ajuizou ação pedindo a retirada dos símbolos religiosas das repartições publicas. Pois bem, veja o que diz o Frade Demetrius dos Santos Silva:

" Sou Padre católico e concordo plenamente com o Ministério Público de São Paulo, por querer retirar os símbolos religiosos das repartições públicas…
Nosso Estado é laico e não deve favorecer esta ou aquela religião. A Cruz deve ser retirada!
Aliás, nunca gostei de ver a Cruz em Tribunais, onde os pobres têm menos direitos que os ricos e onde sentenças são barganhadas, vendidas e compradas.
Não quero mais ver a Cruz nas Câmaras legislativas, onde a corrupção é a moeda mais forte.
Não quero ver, também, a Cruz em delegacias, cadeias e quartéis, onde os pequenos são constrangidos e torturados.
Não quero ver, muito menos, a Cruz em prontos-socorros e hospitais, onde pessoas pobres morrem sem atendimento.
É preciso retirar a Cruz das repartições públicas, porque Cristo não abençoa a sórdida política brasileira, causa das desgraças, das misérias e sofrimentos dos pequenos, dos pobres e dos menos favorecidos ".
Frade Demetrius dos Santos Silva.
São Paulo/SP

CORAGEM É CORAGEM...
Verdades são verdades...

sexta-feira, 16 de março de 2012

OS PORTUGUESES SÃO UNS GRANDES MALANDROS, Só QUEREM é FERIADOS, NãO é ? Vamos contá-los?

Suiça-19 feriados;

Grã-Bretanha-18;

Alemanha-17;

Espanha-16;

França, Áustria, Itália e Grécia -15...

Portugal,Luxemburgo e Japão-14.

Surpreendidos? Eu não...

Vão mas é dar o banho ao cão...

(enviado por email)

quinta-feira, 15 de março de 2012

Merecerá o Porto ser campeão?

Porto, Benfica e Braga estão a lutar taco-a-taco pelo 1º lugar no campeonato.
Acabo de saber que o Sporting eliminou o Manchester City e segue para os quartos-de-final da Liga Europa. Parabéns, Sporting!
Ora na eliminatória anterior o mesmo Manchester City havia goleado e eliminado o Futebol Clube do Porto!
Então mas não é o Porto que tem os melhores jogadores, a melhor estrutura, o melhor planeamento, os dirigentes mais experientes e carismáticos???
Às vezes os mais experientes têm que ter a humildade de aprender com os novatos. O Sporting substitui o treinador e, a partir daí, os resultados, o futebol e o empenho da equipa subiram a olhos vistos.
Por que motivo Pinto da Costa manteve o treinador que não cessou de dar tiros nos pés durante a época? Para não dar o braço a torcer? Para demonstrar que ele não se engana?
O Porto arrancou para a presente época sem plano B. Apesar da pertinente cláusula de rescisão que envolvia o contrato de Villas-Boas com o Porto, desconheceriam os dirigentes portistas que há clubes para quem não há cláusulas  de rescisão inultrapassáveis? E onde estava a alternativa a Falcão? Arranca-se para uma nova época sem um confiável ponta-de-lança???
O Porto não passou da fase dos grupos na Liga dos Campeões, uma das mais fáceis de sempre.
O Porto foi goleado e eliminado pela Académica da Taça da Portugal.
O Porto tem praticado, ao longo da época, um futebol de uma pobreza franciscana. Sem chama, sem arte, sem sentido colectivo, sem garra. O Porto tem-se esquecido de jogar "à Porto". Excepções? Claro que há. O jogo de Luz é uma dessas excepções.
Aproveitando uma série de escorregadelas do Benfica, o Porto esteve à frente do campeonato com alguma folga ao entrar no último terço deste. Mas não descansou enquanto não voltou à habitual forma de jogar e, como tal, um resultado e uma exibição de fazer perder a paciência ao mais sereno contra a Académica.
Ou o Porto arranca para o final do campeonato, jogando TOTALMENTE "à Porto" ou perderá merecidamente o campeonato.
Acredito que o ganhará? Acredito. Não podem ter morrido de uma época para outra todos os genes portistas...
Tenho a certeza de que sairá em 1º no fim? Oxalá, mas racionalmente admito que este Porto de Vítor Pereira não é confiável.
Que a direcção portista medite bem em tudo o que aconteceu nesta pobre época futebolística. E que os erros não se repitam na próxima.
Mesmo que vença o campeonato, Vítor Pereira será sempre um equívoco.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Cães tocam 'valsa da pulga' ao piano

É sabido que os animais são capazes de várias proezas e, pelos vistos, também conseguem ter dons musicais.
Dois cães, na Alemanha, aperfeiçoaram mesmo a sua técnica ao piano, sob a orientação da sua dona, que vai dando o mote com a sua gaita.
E o tema não podia ser mais apropriado para estes 'músicos', que neste vídeo optam por tocar a conhecida 'valsa da pulga'. É possível perceber que os cães não tocam nas teclas de forma aleatória, imitando antes a nota musical entoada pela dona.

video

Fonte: aqui

terça-feira, 13 de março de 2012

NEM ACIMA DA CRÍTICA NEM ABAIXO DO RESPEITO

Não sou «cavacólatra», mas também não me considero «cavacófobo».
Creio que, tal como toda a gente, também o Prof. Cavaco Silva, enquanto interveniente político, não está acima da crítica. Mas também não estará abaixo do respeito.
Concordo que deve haver contenção da parte do Presidente da República em relação aos cidadãos. Mas também deve haver contenção por parte dos cidadãos em relação ao Presidente da República. O que ele disse do anterior Primeiro-Ministro foi infeliz. Mas o que muitos dizem acerca dele será feliz?
Afinal, o Presidente da República é um representante do País. Por sinal, o máximo.
Respeitando-o a ele (o que não exclui a crítica construtiva), respeitamo-nos a todos!
Fonte: aqui

segunda-feira, 12 de março de 2012

Erros de Presidente

Causa enorme burburinho o prefácio do livro do Presidente da República, que acusa o anterior primeiro-ministro de deslealdade institucional. Os comentadores de serviço não lhe reconhecem legitimidade para criticar o desempenho e as atitudes de quem conduziu o país ao estado de penúria.

Sócrates perdeu as eleições, foi punido eleitoralmente, emigrou. As contas estão feitas. Até pode voltar que já expiou as culpas, está perdoado, dizem. Mesmo que continuemos todos, incluindo os que o defendem, a pagar por várias décadas os disparates que se sabe! O Presidente da República merece ser criticado sim. Mas por não ter feito uso dos poderes constitucionais pondo fim, mais cedo e a tempo, à irresponsabilidade que conduziu o país ao precipício. É por isso e por mais nada que esta posição do PR é extemporânea, despropositada.
No que à justiça respeita, esperemos não ouvir o Presidente da República, daqui a uns meses, criticar o desempenho de quem se mantém no cargo com a sua inércia e passividade. Será novamente demasiado tarde.
João Palma, aqui

sábado, 10 de março de 2012

quinta-feira, 8 de março de 2012

Terry admite culpa dos jogadores na saída de Villas-Boas

O capitão do Chelsea, John Terry, admitiu que tanto ele como os seus companheiros têm uma quota-parte de responsabilidade na saída do treinador português André Villas-Boas, após menos de um ano no cargo.

Numa entrevista ao canal televisivo do clube inglês, na quarta-feira, John Terry reconheceu que "o fraco desempenho dos jogadores do Chelsea" também contribuiu para o insucesso da equipa.
"É triste para André Villas-Boas, porque, infelizmente, caiu tudo sobre a sua cabeça, quando eu acho que os jogadores deviam ter erguido as mãos e dito que não tinham sido suficientemente bons e assumido juntos os erros cometidos", disse Terry.
Villas-Boas foi despedido no domingo pelo proprietário do Chelsea, Roman Abramovich, depois de uma sequência de maus resultados, que deixou o clube fora dos quatro primeiros lugares da Liga inglesa.
In Correio da Manhã

quarta-feira, 7 de março de 2012

Barcelona: Religioso muçulmano ensina maridos a bater em mulheres

Abdeslam Laarusi, um imã marroquino que dirige a mesquita de Terrassa, em Barcelona, aproveita a oração das sextas-feiras (a que tem mais gente) para ensinar aos mais de 1500 fiéis a melhor forma de «corrigir» as mulheres quando estas têm comportamentos «desviantes», escreve o El Pais.
Procuradores do Ministério Público abriram uma investigação contra o imã por incitamento à violência e discriminação de mulheres, num caso com semelhanças ao do imã de Fuengirola que, em 2004, foi condenado a mais de um ano de prisão por conselhos parecidos.
Laarusi explicava aos fiéis que os muçulmanos devem «corrigir» com violência física e psicológica o comportamento «desviante» das suas mulheres.
A polícia conseguiu ver um discurso em que o imã aconselhava como método de correcção «não partir os seus ossos e fazê-las sangrar, mas antes espancar com um pau ou com os punhos em diferentes partes do corpo».
Fonte: aqui

terça-feira, 6 de março de 2012

Quer enriquecer? Siga os dez mandamentos de Warren Buffett

Warren Buffet tem uma fortuna estimada em mais de 62 mil milhões de dólares, o que faz dele um dos homens mais ricos do planeta.
Buffet confessa à escritora Alice Schoeder os dez mandamentos de quem deseja enriquecer no mundo da finança.

Veja aqui.

Ser persistente e ter engenho são duas qualidade fundamentais para se vencer no mundo da finança.           

segunda-feira, 5 de março de 2012

10 conselhos para quem deseja arrumar alguém

Noiva perde a saia e fica completamente exposta

video
O momento de sonho torna-se… num número cómico! Um casal teve o azar da sua vida quando se dirigiu para o altar.

Ao tropeçar no vestido, a noiva deste vídeo – que se tornou um êxito no You Tube – perde a saia e fica completamente exposta.
O vídeo, proveniente da Rússia, não se sabe bem quando foi filmado e há até algumas vozes a colocarem em causa a sua autenticidade.

No entanto, da fama nas redes sociais não se livra!

Fonte: aqui

domingo, 4 de março de 2012

Chelsea despede André Villas-Boas

O Chelsea anunciou neste domingo a saída de André Villas-Boas, devido aos maus resultados do treinador português, e defende que a "única opção" era efectuar esta mudança agora.
O italiano Roberto di Matteo, que era adjunto de Villas-Boas, assume o cargo de treinador do Chelsea até ao final da época.

"O Chelsea e André Villas-Boas separaram-se hoje. A administração gostaria de registar a gratidão pelo seu trabalho e expressar a desilusão por esta relação ter terminado tão cedo”, lê-se num comunicado do Chelsea.

O comunicado do clube londrino não explica claramente de quem partiu a iniciativa da rescisão de contrato, mas Villas-Boas sempre disse que não se demitiria.

“Infelizmente, os resultados e as exibições da equipa não estavam a ser suficientemente boas e não mostravam sinais de melhoria numa fase crucial da época”, acrescenta o mesmo comunicado, sublinhando que o clube tem ambições na Liga dos Campeões e na Taça de Inglaterra.

"Sentimos que a nossa única opção era fazer esta mudança agora", dizem os responsáveis do clube inglês.

Villas-Boas sai depois da derrota frente ao West Bromwich  (1-0), que deixou o Chelsea a três pontos do quarto lugar na Liga inglesa.

A equipa londrina está ainda envolvida na Taça de Inglaterra, jogando na terça-feira um jogo de desempate com o Birmigham nos oitavos-de-final, e também na Liga dos Campeões, defrontando o Nápoles no dia 14 deste mês, na segunda mão dos oitavos-de-final, depois de ter perdido por 3-1 em Itália.

Villas-Boas deixa o Chelsea oito meses e meio depois de Roman Abramovich ter pago 15 milhões de euros ao FC Porto, tornando-o o treinador mais caro da história do futebol.

O português é o sexto treinador despedido por Abramovich desde que comprou o Chelsea, em Junho de 2003, juntando-se a Claudio Ranieri, José Mourinho, Avram Grant, Luiz Felipe Scolari e Carlo Ancelotti.
Fonte: aqui

sábado, 3 de março de 2012

sexta-feira, 2 de março de 2012

"Se ficam horas sentados entre as pernas de uma rapariga, e ela vos faz tranças, então devem ser gays"

Demite-se após dizer que alunos gay "vão para o Inferno"

A reitora de um liceu do estado do Tennessee (EUA) demitiu-se na quinta-feira após serem divulgadas algumas declarações homofóbicas que dirigiu aos alunos da sua escola. Segundo a American Civil Liberties Union, associação que denunciou este caso, Dorothy Bond disse que os estudantes homossexuais "vão para o Inferno" e que as alunas que engravidam "têm a vida acabada".
Não seria a primeira que Dorothy Bond partilhava tais opiniões, mas a cobertura noticiosa das queixas de alguns pais de alunos do liceu do condado de Haywood foi a gota de água que forçou a demissão.
A ex-reitora terá dito a uma aluna homossexual que "não teria lugar" no liceu caso beijasse a sua namorada, reafirmando a sua convicção de que os gays "não seguem o caminho de Deus".
Apesar de o regulamento impedir contactos físicos entre estudantes, Dorothy Bond foi mais longe e mencionou castigos como suspensões por 60 dias ou expulsão se houvesse demonstrações de afecto entre homossexuais.
Segundo um dos pais, a ex-reitora também teve entre os seus alvos os rapazes que usam tranças africanas. "Se ficam horas sentados entre as pernas de uma rapariga, e ela vos faz tranças, então devem ser gays", terá dito numa reunião escolar.
Outros habitantes da cidade do Tennessee, um dos estados norte-americanos mais conservadores, disseram que apoiavam a reitora. "Ela adora aqueles miúdos e está a zelar pelos seus interesses", referiu um dos entrevistados.
Fonte: aqui

quinta-feira, 1 de março de 2012

A esmola nem sempre ajuda

Hoje apresentamos o testemunho de um homem que viveu na rua mais de 20 anos e desde 1991 ajuda os seus ex-colegas a sair desse inferno. John Bird, é esse o seu nome, é actualmente um homem conhecido e esteve há dias no Porto a falar sobre a sua obra de regeneração das pessoas da rua. O seu esquema é simples como conta:
– Uma pessoa quer ser ajudada. Aparece. Nós treinamo-la para vender uma revista, equipamo-la com um cartão de identidade e destinamos-lhe uma área em que vai vender, por exemplo, 10 exemplares. Depois ela voltará ou não. Com o primeiro dinheiro que fez, pode comprar mais 10 ou mais exemplares a 50 cêntimos cada um, e vender depois cada unidade, por exemplo, a um euro ou como quiser.

O dinheiro que apurar a mais dar-lhe-á para comprar alguma comida. E como precisam de sobreviver, vão vendendo cada vez mais revistas. Muitos desistem mas uns 40 por cento vão criando auto-estima, começam a ter cuidado com a higiene. Entram nos lugares públicos, são acarinhados aqui ou ali. E um dia conseguem arranjar um trabalho mais remunerado e passam a viver como pessoas.

Bird diz que dar dinheiro a um "sem abrigo" é prolongar o seu sofrimento e apressar-lhe a morte. É preciso que ele lute pela sua sobrevivência, se não nunca mais sai da rua.

– A esmola não ajuda, mata!

E quem diz isto sabe do que está a falar. Nasceu na Irlanda, numa família pobre e cheia de filhos. Os pais rumaram com os filhos para perto de Londres, para viverem melhor, mas a família acabou por se desmoronar. Irmãos para orfanatos. Ele, John Bird, preferiu a rua. Iniciou assim um percurso complicado, mas com uma particularidade: sempre que ia parar à cadeia vinha de lá mais instruído. Lia, escrevia e aprendeu impressão e outras coisas que lhe permitiram o sucesso com a revista que criou para os "sem abrigo".

A sua revista vende hoje aproximadamente 250 mil exemplares em todo o Reino Unido. E muitas outras surgiram um pouco por todo o mundo. Vários milhares de pessoas "sem abrigo" têm sido resgatadas desta maneira.

In O Amigo do Povo