quinta-feira, 31 de maio de 2012

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Ata filha com corda para jogar

Um homem, de 27 anos, atou a filha, de apenas quatro anos de idade, com uma corda na cozinha para poder jogar videojogos. Heath Howe foi detido pela polícia da cidade Sarasota, no estado da Florida, e acusado de maus-tratos.

O caso que está a chocar os Estados Unidos ocorreu a 17 de Maio. A menina estava a ver televisão quando o pai a interrompeu para jogar. Como a criança reagiu mal, Heath não teve contemplações e deixou-a com as mãos atadas na cozinha da residência. Tudo para poder jogar à vontade na sala.
Pouco depois, a mãe da menina chegou a casa, mas nada fez pela filha. A criança acabou por ser ajudada por um amigo do casal, que entretanto visitou a família. O homem chamou as autoridades.
A criança teve de receber tratamento médico nos braços, devido às feridas causadas pela corda.
De acordo com as autoridades locais, esta não foi a primeira vez que a criança foi atada pelo pai.
Fonte: aqui

"Envelhescência"

Descobri que sou um "envelhescente"! Também é? Não, então já foi e reconhecerá o que vou descrever, ou . . . será e não se preocupe, apesar algumas contrariedades, é uma fase da vida maravilhosa.
A envelhescência, termo criado por Manoel Berlinck, vai dos quarenta e muitos até aos sessenta e poucos anos e é uma espécie de geração sanduiche entre a idade adulta e a velhice, à semelhança, aliás, do que a adolescência é entre as fases da infância e adulta.
Talvez seja por ambas serem fases de transição, que a adolescência e a envelhescência têm tanto em comum. Se a adolescência  é uma espécie de estágio para se passar a adulto, a envelhescência é a preparação para nos tornarmos velhos. Alguém que não viva intensamente a sua adolescência, será seguramente um adulto infeliz e mal formado. Alguém que não aproveite bem a sua envelhescência tornar-se-á certamente num velho casmurro e incompleto. O adolescente revolta-se porque os outros o (des)consideram criança e ele sente-se maduro. O Envelhescente rebela-se porque os outros acham que "é" velho e ele sente-se, quando muito, que "está" maduro.

Tal como a adolescência, a envelhescência vem acompanhada de grandes transformações. Fisicamente, na adolescência tudo é força e quantidade. O corpo cresce e fortalece, a barba irrompe, os músculos tonificam, a energia não pára e a libido explode. Na envelhescência, a opção é pela gestão e pela qualidade. A pele ganha rugas, protegemo-la. Os cabelos embranquecem, aproveitamos para dar um toque de "classe". A visão torna-se menos nítida, usamo-la melhor. Os músculos enfraquecem, orientamos melhor as nossas energias. O sexo já não é o que era, gozamos cada momento.

Psicologicamente, as alterações não são menores. A adolescência traz a ânsia de liberdade e a pressa em conquistar tudo. Provoca a rebeldia, a transgressão (fumar às escondidas dos pais) e a vontade de mudar o mundo. Incentiva a oposição a quem admira (os adultos) e origina muitos dramas e insatisfação. "Não há estrelas no céu a dourar o seu caminho".
A Envelhescência transporta consigo a angústia de estar próxima da velhice, mas também a segurança de quem já passou por quase tudo, nascimentos e mortes, amores e ódios, sucessos e fiascos. Traz o "bom senso" e o "dar tempo ao tempo", mas também o desejo de aproveitar intensamente cada minuto. Provoca o conforto das rotinas, mas também o anseio por viver novas aventuras. Gera o respeito pelas normas, mas também a vontade de transgredir (fumar às escondidas dos filhos) e de inovar. Origina o respeito pelo que nos espera (velhice), mas procuramos evitar. É uma idade de contradições.
"Tão depressa o sol brilha como a seguir está a chover".

Profissionalmente, a envelhescência é, por tudo isto, a fase em que as pessoas maior contribuição podem dar. Fisicamente, mesmo menos fortes e rápidos, aprenderam a gerir melhor as suas energias e ficaram mais resistentes. Psicologicamente, possuem a segurança de quem já fez e a abertura de quem sabe que ainda tem muito para aprender. Emocionalmente, apresentam o desejo de explorar ao máximo cada momento e o anseio de deixar a sua marca. Estranhamente, a sociedade em que vivemos transmite a estas pessoas duas mensagem  bem claras e paradoxalmente opostas. A primeira é que elas
são activos humanos importantes e que ainda estão longe de poderem "arrumar as botas", quanto mais não seja, porque os Estados não têm dinheiro para lhes pagar as pensões. A segunda é que, mesmo não estando velhos para trabalhar, estão fora de prazo para encontrar emprego. De facto, quem, como eu, se dedica ao recrutamento de executivos, assiste quase diariamente a formas de discriminação baseadas na idade (etarismo), que, para além de ilegais, são, como vimos, infundadas.

A vida pode não ser justa, mas continua a ser muito boa. Só temos de não deixar criar rugas na alma.

José Bancaleiro In Sol, 16 de Dezembro de 2011

terça-feira, 29 de maio de 2012

Polvo Paulo "aposta" na vitória alemã

Polvo Paulo foi transferido para o Sea Life Porto com uma missão: adivinhar os resultados de Portugal nos jogos do Euro2012.
Polvo Paulo "aposta" na vitória alemã
O polvo adivinho do SEA Life Porto fez, esta terça-feira, a sua primeira previsão para o desfecho do encontro entre a Alemanha e Portugal, referente à primeira jornada do Grupo B do Euro2012.
À semelhança do seu primo Paul, que brilhou no Mundial2010, o polvo Paulo tinha à sua disposição duas caixas com comida, devidamente representadas com as bandeiras alemã e portuguesa. Durante dois minutos, o animal teria de ir alimentar-se a uma das caixas.
Quando parecia que a previsão de Paulo seria um empate, visto não ter escolhido nenhuma caixa, opolvo acabou por ir buscar o caranguejo que estava no lado germânico.
O molusco teve uma receção digna de estrela, com a comunicação social a comparecer em peso ao oceanário da cidade do Porto.
A seleção nacional defronta a Alemanha a 09 de junho, em Lviv, na Ucrânia, no primeiro teste de fogo aos comandados por Paulo Bento.
Caso se concretize a vitória da Alemanha na primeira jornada, o polvo Paulo continuará a fazer as previsões para os restantes jogos de Portugal. Caso contrário, o animal perde a oportunidade de ser vidente e retorna à sua vida de polvo. Paulo permanece no Sealife até o fim deste ano no âmbito da exposição Polvomania.
Fonte: aqui

domingo, 27 de maio de 2012

Cientistas dizem que Jesus foi crucificado a 3 de Abril de 33

Um estudo conduzido pela International Geology Review concluiu que Jesus Cristo foi crucificado a 3 de Abril do ano 33. Tamanha certeza deve-se ao facto de ter ocorrido nesse dia um terramoto no Mar Morto, a cerca de 20 quilómetros de Jerusalém, que é mencionado na Bíblia.

Apoiados na descrição do terramoto presente no Evangelho segundo Mateus, cientistas analisaram amostras de solo na praia de Ein Gedi Spa, junto ao Mar Morto, detectando vestígios de dois abalos de terra.
Um dos cientistas disse ao Discovery Channel que é sabido que um dos grandes terramotos na região ocorreu quando Pôncio Pilatos era o governador da Judeia. A partir daí o quebra-cabeças começou a compor-se e foi estabelecido que 3 de Abril é a data mais provável.
Fonte: aqui

sexta-feira, 25 de maio de 2012

DEGRADANTE ESPECÁCULO DE ALGUM DIRIGISMO DESPORTIVO PORTUGUÊS!

Benfica
«Um ladrão não deixa de ser ladrão por visitar o Papa»

Luis Filipe Vieira considerou «uma vergonha para o país» os incidentes de quarta-feira à noite no Dragão Caixa.
Luís Filipe Vieira, que esta quinta-feira recebeu a equipa de basquetebol, campeã nacional, mostrou-se indignado com os incidentes ontem ocorridos no Dragão Caixa, «antes e após o jogo», em que a polícia e alguns adeptos do FC Porto entraram em confrontos. Além disso, o dirigente não poupou nas palavras.
«O que se passou é uma vergonha para o desporto, para o país e para as instituições desportivas. Só não é uma vergonha para quem não tem, nem nunca teve vergonha na cara», começou por dizer o líder encarnado.
«Ainda têm a lata de falar em apagões quando a sua história foi marcada por fruta, corrupção e compadrio. O seu sucesso é e foi construído com base na maior mentira do desporto português», acrescentou Luís Filipe Vieira sem nunca referiu o nome do rival.
A rivalidade entre SL Benfica e FC Porto tem vindo a aumentar nos últimos anos, com inúmeras acusações de parte a parte e alguns episódios de violência física e verbal entre adeptos e dirigentes.
A época desportiva ainda não acabou mas nem por isso o discurso do presidente do SL Benfica foi mais brando para com Jorge Nuno Pinto da Costa, líder do FC Porto.
«Na vida, como nos livros, um ladrão não deixa de ser ladrão por declamar poesia, ou por ir ao Papa. Um fugitivo da justiça não o deixa de ser apenas porque alguns juízes decidiram assobiar para o lado», atirou Luís Filipe Vieira.
O líder máximo do SL Benfica fui ainda buscar o caso do “Apito Dourado” para engrossar o role de acusações ao clube portista e deixou a garantia de que vai fazer tudo para «limpar» o desporto português.
«As nossas razões podem não chegar à UEFA, como não chegaram as escutas da fruta, como não chegaram para a justiça portuguesa as escutas do café com leite, mas nós não vamos parar enquanto não limparmos o desporto português», sentenciou Luís Filipe Vieira.

FC Porto
"OS BURROS E A MUDANÇA
O FC Porto reagiu esta sexta-feira às fortes declarações de Luís Filipe Vieira, através de um comunicado publicado no seu site oficial. E o mínimo que se pode dizer é que o contra ataque é fortíssimo.
1 - Um leitor aproveitou um dos raros momentos de satisfação para ler o que outros lhe escreveram, o que em si mesmo já não é notícia. Há pormenores que importa realçar, como o “orgulho, admiração e agradecimento” pelos gestos e insultos de um seu funcionário, o que é elucidativo do carácter do leitor e consiste no mais forte apelo à violência no desporto de que há memória em Portugal.
2 - Burros não são os que acreditam na mudança. Burros são os que só tiram a cabeça da toca de vez em quando e que nunca são capazes de dar a cara nas repetidas derrotas.
3 - Burros não são os que acreditam na mudança. Burros são os que se deixam levar por textos a fingir de anjos e arcanjos, enquanto o passivo dos nove anos de gestão do leitor galopou dos 83,9 para mais de 400 milhões de euros.
4 - Burros não são os que acreditam na mudança. Burros são os que permitem a quem nunca mostrou competência alterar os estatutos às escondidas para que ninguém ouse disputar-lhe a presidência e assim possa continuar a enganá-los a todos.
5 - Burros não são os que acreditam na mudança. Burros são os que se deixam contentar com dois campeonatos e uma taça enquanto o leitor enche pneus de inveja com os títulos nacionais e internacionais do FC Porto.
6 - Burros não são os que acreditam na mudança. Burros são os que ainda levam a sério o leitor. Em 2003: “O Benfica será mais forte do que o Real Madrid”. Em 2005: “Vamos arrasar na Europa”. E em 2006: “Depois do Verão, seremos o maior clube do mundo”. Largos dias têm os Invernos…
7 - Burros não são os que acreditam na mudança. Burros são os que pela força do hábito não sabem lidar com a vitória. Podem continuar a tentar ganhar eleições à nossa custa, mas continuam a ver o FC Porto ganhar camião de títulos. E nem o camião nem os títulos são roubados.
8 - Burros não são os que acreditam na mudança. Burros são os que fecham os olhos à forma como o leitor enriqueceu. É o alpinismo social.
9 - Burros não são os que acreditam na mudança. Burros são os que confundem risco com linha, ou que julgam que coca-cola só tem quatro letras.
PS: Aguardamos que a Procuradoria-Geral da República investigue o ataque à honra e à imparcialidade dos juízes e da polícia feito pelo leitor."
Fonte: aqui

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Avião voa da Suíça a Marrocos sem combustível

O avião experimental suíço Solar Impulse descolou nesta quinta-feira de manhã do aeródromo de Payerne, na Suíça, para uma viagem de 2000 quilómetros até Marrocos sem uma gota de combustível.
O protótipo descolou às 8h24 locais (7h24 em Portugal), com duas horas de atraso em relação à hora prevista, por causa do nevoeiro naquele aeródromo.

Para esta primeira etapa, o piloto e co-fundador do projecto, André Borschberg, está aos comandos do avião, cujas asas estão cobertas por 12.000 células fotovoltaicas que alimentam quatro motores eléctricos, com uma potência de dez cavalos cada um.

O aparelho vai sobrevoar os Pirinéus, a uma altitude de 8500 metros e deverá aterrar às 2h (1h em Portugal) de sexta-feira no aeroporto de Madrid-Barajas, para uma escala. O mais tardar na segunda-feira, o avião parte em direcção a Marrocos. Esta última etapa será realizada pelo explorador e outro co-fundador do projecto, Bertrand Piccard, que levará o Solar Impulse até Rabat.

Este voo, que pela primeira vez atravessa o Mediterrâneo, deverá servir como “último teste antes da volta ao mundo em 2014”, explicaram os organizadores.

Foram precisos sete anos de trabalho e uma equipa de 70 pessoas e 80 parcerias para construir este avião em fibra de carbono. A construção de um segundo aparelho, para fazer a volta ao mundo em 2014, já começou. O aparelho deverá estar pronto em 2013 para um primeiro voo de testes ainda nesse ano.
Fonte: aqui

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Os segredos da teia que lava milhões

Veja aqui

OS MORCEGOS E O CRISMA

Um padre queixava-se a um grupo de colegas dos morcegos que tinham assentado arrais na Igreja e não conseguia maneira de se livrar dos intrusos que sujavam o templo de forma alarmante.
Várias tinham sido as tentativos de afugentar os morcegos mas todas se haviam revelado infrutíferas.
Então um colega, mais atreito à piada, sugeriu-lhe:
- Não consegues livrar-te dos morcegos? É fácil. Crisma-os.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Pergunta absolutamente lógica

O avô conta ao seu neto João as grandes mudanças que aconteceram na sociedade, desde a sua juventude até agora...
«Sabes, João, quando eu era pequeno, a minha mãe dava-me dez escudos, que valiam o mesmo que cinco cêntimos hoje, e com isso mandava-me à mercearia da esquina.
Então eu voltava com um pacote de manteiga, dois litros de leite, um saco de batatas, um queijo, um pacote de açúcar, um pão e uma dúzia de ovos..!"
E o João respondeu-lhe:
«Mas avô, na tua época não haviam câmaras de vigilância?»

segunda-feira, 21 de maio de 2012

sábado, 19 de maio de 2012

sexta-feira, 18 de maio de 2012

quinta-feira, 17 de maio de 2012

GARRAFA D'ÁGUA - INACREDITÁVEL!...

Muito cuidado ao chegar a um "controle de segurança" de estação rodoviária, ferroviária, metro, aeroporto ou qualquer posto policial, de revisão, alfândega, fronteiras! Se alguém pedir para você segurar um frasco ou garrafa de água, ou qualquer outro objeto, NÃO o faça. Não importa quem lhe peça o favor, seja idoso, grávida, criança, moça, deficiente, autoridade fardada ou não, enfim, seja lá quem for! Você pode ser detido, preso mesmo, POR TRÁFICO DE DROGAS!

Não acredita neste alerta?

Então veja o vídeo anexo e divulgue URGENTEMENTE entre TODOS os seus familiares, conhecidos e amigos, onde quer que eles estejam!!!
video
(Enviado por email)

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Tentem resolver!!!

Aí vai um desafio para quem quiser testar os seus conhecimentos de Língua Portuguesa.
Na frase seguinte deverá ser colocado UM PONTO FINAL e DUAS VÍRGULAS para que a frase tenha sentido.
PENSE, antes de ver a resposta daqui a dias. Afinal, assim, não seria um teste.

MARIA TOMA BANHO PORQUE SUA MÃE DISSE ELA DÊ-ME A TOALHA.

Religião e tensão arterial

Um estudo de larga escala conduzido no condado de Nord-Trøndelag, na Noruega, e liderado por estudiosos da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (NTNU), descobriu uma relação clara entre o tempo gasto na igreja e a queda da tensão arterial em homens e mulheres. Noutras palavras, aqueles que eram religiosamente activos eram mais saudáveis dos que os não religiosos.
"Descobrimos que, quanto maior era a frequência das pessoas à igreja, menor era a sua tensão arterial, mesmo quando mantínhamos sob controle uma série de outros possíveis factores explicativos", disse ao MedicalXpress Torgeir Sørensen, doutorando da Faculdade de Teologia e do Centro de Psicologia da Religião na Sykehuset Innlandet (Inland Hospital).

É a primeira vez que um estudo deste tipo é feito na Escandinávia. Sørensen explicou que pesquisas anteriores realizadas nos Estados Unidos já haviam mostrado essa relação, mas as muitas diferenças religiosas e culturais entre o país e a Noruega tornavam difícil transferir os resultados para a população escandinava. A prática religiosa difere bastante. Cerca de 40% dos americanos vai a cultos religiosos semanalmente, contra apenas 4% em Nord-Trøndelag County.

"Por esse motivo, não esperávamos encontrar qualquer correlação entre a religiosidade e a tensão arterial na Noruega. No entanto, os resultados são quase idênticos aos anteriormente relatados nos Estados Unidos. Ficámos realmente surpresos ", disse Sørensen.
Fonte: aqui

terça-feira, 15 de maio de 2012

Grupo Benetton retrata-se por ter «ferido» sensibilidade dos católicos

Vaticano anuncia fim da disputa legal pelo uso de imagem de Bento XVI em campanha publicitária

O diretor da sala de imprensa da Santa Sé anunciou hoje a conclusão da “disputa legal” entre o Vaticano e a Benetton pelo uso da imagem do Papa na campanha publicitária ‘Unhate’.
“Na última sexta-feira, o grupo Benetton publicou uma nota na qual reafirma que ‘sente ter ferido a sensibilidade de sua santidade Bento XVI e dos crentes’”, refere o padre Federico Lombardi.
O grupo italiano adianta que todas as imagens fotográficas do Papa foram “retiradas do seu circuito comercial” e compromete-se, no futuro, a “não utilizar a imagem do Santo Padre em autorização prévia da Santa Sé”.
O Vaticano revela ainda que a Benetton vai procurar que “cesse a utilização da imagem por parte de terceiros”.
A questão surgiu em novembro de 2011, quando começou a circular uma fotomontagem com a imagem do Papa, realizada no âmbito de uma campanha publicitária da marca italiana, na qual Bento XVI surgia a beijar o imã da mesquita Al-Azhar, no Cairo.
A Santa Sé considerou que a imagem era “lesiva não apenas da dignidade” do Papa e da Igreja Católica, mas também da “sensibilidade dos crentes”.
O grupo Benetton anunciou, posteriormente, a decisão de retirar de circulação a campanha publicitária, alegando estar "desolado” com o facto de a utilização da imagem ter “chocado tanto a sensibilidade dos fiéis".
Fonte: aqui

domingo, 13 de maio de 2012

sexta-feira, 11 de maio de 2012

IGREJA DESPEDE

Fonte: Tribo de Jacob

Morreu o músico Bernardo Sassetti

Morreu o músico Bernardo Sassetti
Fotografia © Alfredo Cunha - Global Imagens
Morreu Bernardo Sassetti, confirmou ao DN fonte da sua editora, a Clean Feed. O pianista terá caído ontem de uma falésia no Guincho.
O alerta foi dado ontem à tarde, por volta das 15:00, por um popular que ligou para o 112 quando avistou um corpo junto às rochas de uma falésia junto à praia do Abano, ao Guincho, em Cascais. Os bombeiros enviados para o local precisaram de três horas para recolher o corpo. Este foi depois entregue pelas autoridades de socorro ao Ministério Público e só depois identificado.
Em novembro de 1997 Sassetti gravou "What Love is", acompanhado pela Orquestra Filarmónica de Londres e tendo como convidado especial Sting.
Bernardo Sassetti, de 41 anos, era casado com a atriz Beatriz Batarda de quem teve duas filhas. Era bisneto de Sidónio Pais, Presidente da I República.
O pianista foi um dos artistas mais ativos a compor música para a sétima arte em Portugal, sendo da sua autoria bandas sonoras de filmes como Alice, de Marcos Martins, Um Amor de Perdição, de Mário Barroso, ou Second Life, de Alexandre Valente.
Enquanto viveu em Londres participou também na longa-metragem O Talentoso Mr. Ripley, de Anthony Minghella.
Fonte: aqui

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Estudo revela que romã é viagra natural

Há já algum tempo que se sabe que a romã tem benefícios para a saúde, quer pelo facto de ajudar a reduzir a pressão arterial quer por poder ser utilizada na prevenção de alguns problemas cardiovasculares. No entanto, um novo estudo da Universidade Queen Margaret, na Escócia, vem agora revelar que este fruto é também um viagra natural.Na investigação, agora publicada pelo jornal 'Daily Mail, foi avaliado o comportamento de 58 homens e mulheres, com idades entre os 21 e os 54 anos, que, ao longo de duas semanas, beberam um copo de sumo de romã. Os resultados mostram que, após este período, se verifica um aumento de testosterona que pode variar entre 16 e 30 por cento.
Segundo a equipa de investigadores, se a testosterona aumenta também o desejo sexual aumenta.
Mas uma dose diária de sumo de romã não traz apenas benefícios a nível sexual. O mesmo estudo revela que os sentimentos negativos, como a tristeza ou o medo, sofrem uma diminuição.
A investigação confirma, assim, que o sumo deste fruto pode substituir o viagra, sem trazer consequências para a saúde.
Fonte: aqui

terça-feira, 8 de maio de 2012

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Hollande: Alemanha não pode travar 'eurobonds' e papel do BCE

A Alemanha não pode "colocar dois travões ao mesmo tempo nas 'eurobonds' e no refinanciamento directo das dívidas pelo Banco Central Europeu (BCE)", afirmou François Hollande à revista online ‘Slate’, numa entrevista feita na sexta-feira mas apenas divulgada esta segunda-feira.
François Hollande foi eleito no domingo presidente de França, com 51,62 por cento dos votos, derrotando Nicolas Sarkozy. Hollande torna-se, assim, no primeiro presidente socialista de França em quase duas décadas.
Relativamente à questão do relançamento do crescimento, "tivemos discussões com os nossos parceiros e, particularmente, com os nossos amigos alemães, mas eles não podem colocar dois travões ao mesmo tempo, um nas 'eurobonds' [obrigações europeias] e outro no refinanciamento directo das dívidas pelo BCE", afirmou Hollande.
"Não haverá nenhuma sequela ligada à eleição presidencial" com a Alemanha, garantiu o próximo chefe de estado francês, que vai reunir-se com a chanceler alemã, Angela Merkel, em Berlim, a 16 de Maio, um dia depois da sua posse.
A entrevista, realizada na manhã de sexta-feira, foi "relida e alterada por François Hollande quando soube que tinha sido eleito", esclareceu a revista ‘Slate’.
De acordo com a equipa da campanha socialista, François Hollande e Angela Merkel tiveram uma conversa "substancial" no domingo à noite.
Para o novo presidente socialista, é preciso renegociar o Tratado Orçamental Europeu, que pretende sanear a crise do euro, acrescentando-lhe medidas que promovam o crescimento económico. No entanto, a chanceler alemã já fez saber que "o pacto orçamental não é negociável".
Fonte: aqui

Grécia: Líder sem condições para formar governo de coligação


O líder da Nova Democracia (ND), partido vencedor nas legislativas realizadas no domingo, disse esta segunda-feira que não tem condições para formar um governo de coligação na Grécia.Antonis Samaras foi mandatado esta manhã pelo Presidente grego, Caroulos Papoulias, para iniciar as conversações com os cinco partidos que entraram no Parlamento, e destinadas a formar governo.
O líder conservador reuniu-se respectivamente com o líder da esquerda radical Syriza, Alexis Tsipras, o segundo partido mais votado, e com Evangelos Venizelos, o líder do Pasok (socialistas moderados), que obteve a terceira posição e com Fotis Kouvelis, chefe do pequeno partido pró-europeu Esquerda Democrática (Dimar, sexta posição).
No entanto, Samaras excluiu dos contactos interpartidários a extrema-direita da Aurora Dourada, que pela primeira vez garantiu representação parlamentar com 21 deputados (6,9 por cento dos sufrágios).
De acordo com a Constituição, o primeiro partido é mandatado pelo Presidente para formar uma coligação e terá três dias para as negociações. Em caso de falhanço, será o segundo partido (Syriza) a liderar as conversações por mais três dias e, em caso de impasse, a tarefa será concedida ao Pasok, o terceiro partido mais votado.
Fonte: aqui

sábado, 5 de maio de 2012

O dia em que as mães são muito louvadas

Adrienne Rich (1927-2012)


"Tem havido uma contradição fundamental, durante o patriarcado, entre as leis e as sanções destinadas a manter a mulher essencialmente destituída de poder e a atribuição à mãe de um poder quase sobre-humano (de controle, de influência, de apoio à vida)".

Adrienne Rich, citada por Elizabeth A. Johnson em "Aquela que é. O mistério de Deus no trabalho teológico feminino" (ed. Vozes), pág. 257.
 Fonte: aqui

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Peixe ataca gato

Um vídeo publicado no Youtube em Fevereiro deste ano mostra um momento insólito no qual um peixe ataca um gato.
As imagens capturadas mostram um gato a espreitar para dentro de um aquário. Até aqui, tudo normal...não fosse o facto de o peixe não ter gostado assim tanto da companhia do felino, razão que provavelmente o terá levado a pregar um susto valente ao gato.
E mais uma vez, aqui temos a prova de como o predador por vezes também pode virar presa.

video

In Correio da Manhã

Miguel Esteves Cardoso escreve uma carta a Deus

Pode lê-la NESTE blog
ou
NESTE

No segundo blog mencionado, leia também os comentários.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Reservas de ouro do Banco de Portugal sobem para quase 15 mil milhões

A subida do preço do ouro fez engordar as reservas do Banco de Portugal. Em 2011, o valor de reservas portuguesas deste metal precioso cresceu 15,3% para 14,9 mil milhões de euros.

O Banco de Portugal (BdP) divulgou hoje o seu relatório de actividades e contas relativo em 2011, que mostra que, no final do ano passado, as reservas de ouro do supervisor atingiram os 14964 milhões de euros, mais 15,29% do que no final de 2010.

Este aumento deve-se a diferenças de reavaliação, que decorrem do aumento do preço desta matéria-prima no mercado internacional ao longo do ano passado, já que o stock das reservas de ouro se manteve inalterado nas 382,5 toneladas.

As mais-valias potenciais de quase 11,9 mil milhões de euros com as reservas de ouro (o custo de aquisição do stock ronda os três mil milhões) não têm, contudo, influência nas contas, não podendo ser registadas na demonstração de resultados do banco.
Fonte: aqui

terça-feira, 1 de maio de 2012

Análise: Campeão com defeitos demasiado à mostra

“Somos campeões, apesar de Vítor Pereira”

Pode um título ser ganho também contra o próprio treinador da equipa campeã? Não é normal nem razoável que assim seja, mas acaba por ser essa a convicção com que se fica depois de se ouvir e ler não só boa parte da opinião pública e publicada, mas também uma grande fatia dos adeptos do FC Porto. “Somos campeões, apesar de Vítor Pereira” – eis a opinião-síntese de muitos portistas, que teimam em não admitir os méritos do seu próprio técnico.
A frase encerra alguma injustiça, porque Vítor Pereira é um treinador conhecedor e competente na maioria das vertentes do seu trabalho. Mas reflecte, por outro lado, as debilidades de alguém que mostrou não ter o necessário sentido de liderança e de comunicação. Tirando uma outra excepção, as prestações nas conferências de imprensa foram apenas sofríveis ou até pior do que isso. Do que se sabe, fica a ideia de que a sua verve também nunca resultou empolgante no balneário. Mais, alguns jogadores terão aproveitado o seu trato dócil, que já era conhecido desde o tempo em que era apenas o braço direito, de André Villas-Boas, para cometerem alguns excessos disciplinares. Nesse aspecto ter-se-á destacado um grave episódio protagonizado por Cristian Rodríguez, em que os factos terão ido muito para além da troca de palavras agressiva que constou na altura. Antes de ser definitivamente afastado, o uruguaio terá ainda agredido João Moutinho.

Tudo isto acabou por não impedir Vítor Pereira de chegar ao sucesso basicamente à custa da conjugação de três circunstâncias: o FC Porto tem um plantel de qualidade superior, como pode ser comprovado pelo orçamento que já ultrapassa os cem milhões de euros; os portistas continuam a ser clube com uma retaguarda forte e capaz de servir de “pára-raios” nos momentos de maior tensão; e, finalmente, o Benfica de Jorge Jesus não soube aproveitar os tropeções portistas e, mais do que isso, acabou ele próprio por cometer demasiados erros não forçados, voltando a ficar provado que o seu técnico tem dificuldades em gerir o desgaste nos finais de épocas.

A época seria sempre complicada para qualquer técnico do FC Porto. Porque lidar com o sucesso seria uma realidade ainda mas difícil de gerir depois de uma época inesquecível e quase irrepetível como foi a de 2010-11. Seria mais difícil até para o próprio André Villas-Boas, se este não tivesse trocado a sua cadeira de sonho pelos rublos de Roman Abramovich. O termo de comparação iria sempre funcionar como um obstáculo suplementar. As múltiplas conquistas de há ano atrás acabaram por ajudar a inflacionar a sensação de que no domingo foi garantido um título com sabor agridoce. Porque pioraram de forma substancial os resultados (não só para consumo interno mas também nas provas europeias) e, não menos importante, a nota artística dos espectáculos baixou de forma evidente.

Alguns factores alheios à vontade e às opções de Vítor Pereira acabaram de contribuir para as dificuldades. Desde logo a venda de Falcao ao Atlético de Madrid. Porque o plantel ficou claramente sem um dos melhores pontas-de-lança do futebol mundial, mas ainda porque o clube confiou em demasia na ideia de que a juventude de Kléber e os quilos em excesso de Walter não iriam impedir os dois brasileiros de se afirmarem como alternativas suficientes. Isso é tanto mais estranho quanto o FC Porto investiu mais de 51 milhões de euros em reforços, quase 30 milhões dos quais na contratação dos jovens defesas Danilo e Alex Sandro, que chegaram ao clube em Janeiro.

O outro aspecto com influência negativa resultou da instabilidade que começaram por revelar alguns jogadores que, no final da época, tinham algumas expectativas de serem protagonistas de transferências milionárias para campeonatos mais atractivos. Estão neste lote Álvaro Pereira, Rolando, Fernando, Hulk e João Moutinho, mas principalmente os três primeiros. O FC Porto não conseguiu, desta vez, o que havia logrado com grande sucesso em 2004, quando convenceu todos os principais craques, designadamente Deco, de que valia a pena esperar mais um ano antes de assinarem contratos ainda mais milionários noutras paragens para poderem perseguir (e, naquele caso, conquistar) o título de campões europeus. Claro que para isso fez diferença o facto de o FC Porto ser então treinado por José Mourinho e não pelo adjunto de André Villas-Boas...

Na área técnica, as principais críticas a Vítor Pereira resultaram da colocação de Maicon a lateral direito durante um longo período a meio da época, isto depois de Fucile (entretanto transferido para os brasileiros do Santos) e Sapunaru terem sido ostracizados sem motivo aparente, sendo que o romeno acabou mais tarde por ser recuperado. Outros reparos surgiram da colocação de Hulk na posição 9, mas a verdade é que essa solução já tinha sido utilizada aqui e ali por Villas-Boas. Nalguns jogos de maior grau de exigência acabou por ser uma opção razoável, até porque não houve paciência suficiente para com Kléber (e este também não tem ainda a estaleca psicológica para lidar com a pressão).

No final do ano, quando o Benfica ainda dispunha de cinco pontos de vantagem e o bicampeonato começava a parecer uma miragem para os portistas mais pessimistas, o FC Porto resgatou Lucho, depois de ter percebido que o Marselha andava a contar os tostões para pagar ao argentino. Apostou assim na experiência e na qualidade de um jogador que tinha ainda a vantagem de dar estabilidade e liderança a um balneário à beira de um ataque de nervos. Mas nem isso tornou suficientemente entendíveis as cedências, por empréstimo, de Belluschi, Guarín e Souza. Face ao reduzido número de médios disponíveis, valeu a Vítor Pereira as poucas lesões e castigos que afectaram os quatro médios sobrantes.

Em Janeiro também chegou Janko, um avançado austríaco de estatura elevada. Inicialmente marcou alguns golos, mas acabou por ter um rendimento de acordo com o seu preço reduzido (três milhões de euros). Trata-se de um avançado sem a mobilidade de outros que passaram com sucesso recentemente pelo Dragão, e a verdade é que o FC Porto, compreensivelmente, também não mudou o seu modelo de jogo para melhor aproveitar as suas características.

O FC Porto até entrou bem na época. Perdeu a Supertaça Europeia para o Barcelona num jogo em que até foi elogiado pela qualidade de jogo. Venceu os primeiros quatros jogos com exibições interessantes e em que Vítor Pereira até pareceu inclinado em investir cada vez mais na posse de bola e na mobilidade do meio campo para a frente.

O empate sem golos com o Feirense, em Aveiro, trouxe as primeiras nuvens negras, até porque na jornada seguinte aconteceu um empate perigoso no Dragão com um Benfica em crescendo de confiança. Mesmo assim, os portistas mantiveram o primeiro lugar até meio de Dezembro, mas perderam-no na 14 jornada, após um empate sem golos em Alvalade. Foi um período difícil para o FC Porto, fruto da comprometedora derrota em Barcelos (3-1), mas também da péssima exibição em Coimbra que custou o afastamento da Taça de Portugal. Pior do que isso, a carreira europeia foi um fracasso num grupo da Champions tido por acessível.

O FC Porto só voltaria a recuperar, ao Benfica, a liderança da Liga portuguesa na 20.ª jornada, em Fevereiro, quando bateu o Feirense no Dragão por 2-0. No mês seguinte, o Sporting de Braga ainda chegou a passar transitoriamente pelo primeiro posto, numa semana em que os “dragões” empataram em Paços de Ferreira (1-1) e voltaram a não aproveitar um deslize do Benfica, que cedeu dois pontos em Olhão.

A definição do campeonato aconteceu nas duas jornadas seguintes. Na 25.ª, o Braga começou a ver desvanecidos os seus sonhos secretos, ao perder na Luz, enquanto o FC Porto aproveitava para bater o Olhanense. Uma semana depois, no início de Abril, foi a vez de o Benfica sofrer um comprometedor desaire em Alvalade, enquanto os portistas foram a Braga alcançar uma importante e justa vitória. Jorge Jesus ainda procurou manter minimamente motivadas as suas tropas, lembrando as peripécias várias deste campeonato atípico, mas o próprio técnico do Benfica percebeu que já não havia volta a dar quando o FC Porto foi à Madeira conseguir uma das vitórias mais fáceis de sempre sobre o Marítimo.

Jogadores em destaque

Na caminhada para o título foram absolutamente determinantes alguns jogadores. Hulk apontou claramente menos golos do que na época anterior (e uma parte substancial deles na sequência de penáltis), mas foi sempre o elemento mais desequilibrador. Manteve pelo menos o seu valor de mercado. Mas o jogador com o rendimento médio mais elevado é bem capaz de ter sido o guarda-redes Helton, que valeu muitos pontos em jogos em que a equipa portista andou à deriva. Muitas vezes foi ele a disfarçar o rendimento irregular dos seus colegas de sector, designadamente Rolando, que perdeu estatuto e a titularidade. Apesar de sacrificado por vezes na direita, Maicon acabou por sobressair na defesa, até porque o jovem Mangala (o central com mais classe e futuro) ainda está num processo de maturação.

Fernando só fez 19 jogos como titular, prejudicado que foi por algumas lesões, mas rapidamente ficou claro que a equipa não tinha nenhuma outra boa solução para a posição seis. Vítor Pereira insistiu em demasia no duplo pivot formado por João Moutinho e Defour, que por demasiado idênticos nunca foram capazes de se complementar. Apesar de tudo, Moutinho foi sempre um dos portistas com rendimento mais influente, enquanto Lucho funcionou mais como reforço emocional e elemento estabilizador do que outra coisa.

Na frente, para além de Hulk, o talento de James Rodríguez foi determinante em muitas situações. Varela foi inconstante, Djalma é um jogador normal, enquanto a equipa não ofereceu a tranquilidade necessária a Kléber. Iturbe, que chegou com o rótulo de novo Messi, quase passou incógnito, sem oportunidades.

Há anos em que o treinador é considerado o pai da vitória. Noutros, o mérito é atribuído à equipa ou, no mínimo, a um ou dois craques que fizeram a diferença. No FC Porto, muitas vezes os dividendos acabam por ser principalmente atribuídos à estrutura que Pinto da Costa lidera há três décadas e que ajuda a disfarçar as debilidades e a exponenciar as virtudes. Até nisso este foi um ano atípico, porque os defeitos estiveram demasiado à mostra.


Bruno Prata, aqui